Por Cristina Vaz de Carvalho, editora de J&Cia no Rio de Janeiro

Depois de circular por 46 anos, o Jornal10, da cidade mineira de Uberlândia, comunicou que encerra suas atividades – no papel, no site e nas redes sociais – dia 31 deste mês. Carlos Franco, o editor-chefe, deu a informação a J&Cia.

Segundo ele, último jornal impresso da cidade a sobreviver – desde que o Diário de Uberlândia passou a ser apenas digital –, o Informativo Comercial Diário começou como exclusivamente de classificados, fossem imóveis, veículos, empregos, balanços e editais, tudo o que pudesse ser anunciado. Evoluiu para o noticiário de esportes da região, feito por dois estagiários da universidade local. De volta a Uberlândia, Franco apresentou um projeto aos donos do jornal, com muita prestação de serviço e atento ao fato de que o público leitor, mais velho, desconfiava da internet.

Carlos Franco

“No ano passado, o jornal enfrentou bem a pandemia, até chegar o aumento de 50% no custo do papel, e ser atingido pela retração dos negócios”, contou Franco. “Os jornais menores, com poucas compras, têm estreita margem de negociação. Manter uma gráfica com cinco rotativas também representava um custo alto para o jornal. De 60 páginas em média, caiu para 40 e, esta semana, chegou a 12”. Uberlândia, com 700 mil habitantes, é a segunda cidade do estado, depois da capital BH, à frente mesmo de Juiz de Fora.

Embora presente no site, no Instagram e no Facebook, os gestores chegaram a pensar em fortalecer o digital. Mas o custo para fazer classificados diários seria enorme, precisaria de servidores próprios, e foi preferível encerrar a operação. Cerca de 20 pessoas, entre funcionários e colaboradores, foram dispensadas. Além do editor, eram dois estagiários, três diagramadores, um fotógrafo, gráficos, e os motoqueiros que levam o jornal para as bancas.

Franco é de Uberlândia e de lá saiu aos 17 anos, para cursar a Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói. Esteve em alguns veículos no Rio de Janeiro, com destaque para sua passagem pelo Jornal do Brasil. Nos últimos 14 anos, foi do Estadão, em São Paulo. Na comunicação corporativa, esteve na Ogilvy PR. Por questões familiares, voltou a Uberlândia, onde pretende permanecer até que todas sejam resolvidas. Para trabalho remoto, ele atende em sua empresa Olympia, no e-mail [email protected].

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments