Folha cria editoria de Audiência e Dados

A Folha de S.Paulo conta desde 1º/7 com uma nova editoria, de Audiência e Dados, cujas atribuições são fomentar a audiência, centralizar métricas e incentivar seu uso por toda a redação, cuidar da interlocução com os leitores, e auxiliar a redação nos trabalhos com dados. Ela agrega também o atual núcleo de Mídias Sociais, parte do que hoje forma o Painel do Leitor. Marcelo Soares, até então do núcleo de Novas Plataformas, foi destacado para cuidar especificamente do trabalho com jornalismo de dados, respondendo a Roberto Dias, secretário-assistente de Redação para o Digital. “A editoria concatena várias frentes de trabalho que já vínhamos desenvolvendo separadamente: análise do comportamento da audiência, distribuição de conteúdo, relacionamento com o leitor via mídias sociais e outros canais digitais e preparação de especiais com o uso de dados, estes para publicação”, explica Marcelo. “A parte, digamos, mais ‘nova’ é a análise da audiência, um trabalho que já vínhamos fazendo há três anos, com resultados muito bons em termos de aproveitamento do melhor material que as editorias produzem”, comenta, dizendo ainda que “a demanda pela ampliação disso era crescente. Mídias sociais são um canal cada vez mais importante para que o leitor tenha contato com o que uma empresa jornalística produz – cada vez mais os leitores não entram pela ‘porta’, ou pela primeira página do site, mas também pelas ‘janelas’ e ‘chaminés’ que a internet proporciona. E os especiais feitos a partir de dados são uma oportunidade grande e ainda subaproveitada no Brasil, podendo gerar novas maneiras de organizar e apresentar informação aprofundada ao leitor no ambiente digital. Acreditamos que esse trabalho contribui para refinar a estratégia do jornal para crescer em tempos complicados como este ano”.