12.1 C
Nova Iorque
quarta-feira, junho 23, 2021

Buy now

Golpe de Estado faz paralelo entre pré-ditadura e a atualidade

Golpe de Estado é mais recente obra de Palmério Dória e Mylton Severiano da Silva, o Myltainho (que morreu em maio de 2014), também autores dos best-sellers Honoráveis bandidos e O príncipe da privataria, todos publicados pela Geração Editorial. Ao relembrar como uma elite financeira, industrial e agrária conservadora levou a classe média à histeria no início dos anos 1960, preparando o terreno para o golpe militar de 1964, o livro lança luzes sobre os dias de hoje, quando jornais, rádios e tevês clamam aos céus contra a “corrupção”, levando com eles os que desfilam nas ruas e batem panelas de suas varandas. “A corrupção – ressalta em nota o editor Luiz Fernando Emediato – foi sempre a palavra de ordem dos golpistas nos anos 1950 (para derrubar o governo eleito de Getúlio Vargas, que se matou) e, aliada à ameaça comunista, também nos anos 1960, para seduzir os militares fiéis aos norte-americanos. A palavra voltou agora, quando se pretende destruir um partido, o PT”. Mas, cauteloso, acrescenta: “Claro que nenhum de nós, cidadãos honestos, pode aceitar a corrupção. No entanto, quando as denúncias vêm daqueles que sempre a praticaram, aí é bom desconfiar”. Palmério e Myltainho recuperam histórias da época, de muitas das quais eles mesmos participaram, como agentes ou testemunhas, algumas pouco conhecidas. Pesquisaram os fatos e entrevistaram outros jornalistas, políticos e personalidades que, assim como eles, viveram os fatos e sofreram as suas consequências.

Related Articles

22,043FãsCurtir
2,827SeguidoresSeguir
17,900InscritosInscrever

Últimas notícias