Fernando Mello é o novo diretor de Comunicação da CBF

Fernando Mello acertou sua saída da assessoria da Presidência do Palmeiras, em São Paulo, para assumir a Diretoria de Comunicação da CBF, no Rio. Anunciado em 15/6, no dia seguinte já estava no Chile, atendendo aos jornalistas para a Copa América.

Ex-Folha de S.Paulo, passou das redações para assessoria e fundou a Press FC (de Futebol Clube), trabalhando a comunicação corporativa de clientes como Palmeiras, Flamengo, Atlético Mineiro e Grêmio.

Seu antecessor, Marcelo Netto, passou pouco tempo no cargo e saiu na esteira da crise que a entidade enfrenta. A notícia acabou ganhando certo destaque na mídia, como tudo o que tem envolvido a CBF nas últimas semanas, inclusive o fato de ele permanecer muito tempo em Brasília, sendo que a CBF precisava de alguém que estivesse mais próximo de sua sede para administrar o relacionamento com a mídia.

Vale lembrar que Marcelo era o assessor de comunicação do ex-ministro Antonio Palocci, na Fazenda, tendo sido junto com ele acusado, e depois absolvido, no caso da quebra do sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa.

Na CBF, depois da Copa do Mundo saiu Rodrigo Paiva e o cargo ficou vago por vários meses, ocupado interinamente por Luiz Augusto Nunes, editor do site da entidade. Com a posse do novo presidente Marco Polo Del Nero, em abril, Marcelo assumiu a Comunicação, recomendado pelo secretário geral da CBF Walter Feldman, ex-secretário de Esporte de São Paulo.

Para a indicação de Fernando Mello deve ter pesado o coração alviverde, pois Del Nero não é apenas torcedor mas também conselheiro do Palmeiras.