Estudo do Instituto Reuters mostra crescimento de podcasts e dicas dos campeões

Crédito: Jonathan Farber/Unsplash

O Instituto Reuters para estudos do jornalismo na Universidade de Oxford publicou em 19 de novembro uma pesquisa demonstrando que os podcasts de notícias estão mais vivos do que nunca. E que seu crescimento não foi afetado pela pandemia.

Mesmo com boa parte da população dos grandes centros confinada em casa, o hábito de ouvir as notícias do dia por meio de podcasts cresceu ainda mais, mostrando que eles não são uma alternativa apenas para pessoas em deslocamento para o trabalho ou praticando exercícios.

O estudo avaliou profundamente podcasts de notícias de seis países: Estados Unidos, Reino Unido, Austrália, França, Dinamarca e Suécia. A partir de entrevistas com editores e executivos de veículos de comunicação e coleta de dados de audiência, quantificou o tamanho do mercado e identificou as principais tendências.

Uma delas é o potencial de os podcasts de notícias atrairem audiência jovem e de alto nível educacional. O estudo mapeou os tipos de podcasts de notícias existentes, mostrou a estrutura que os veículos têm empregado para produzi-los e traz lições importantes para quem tem ou pretende ter um podcast.

Leia o estudo completo em MediaTalks by J&Cia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *