Washington Araújo

Washington Luís de Andrade Araújo nasceu no dia 8 de fevereiro de 1959, em Natal (RN). Formou-se em Comunicação Social/Jornalismo pelo Centro Universitário Brasília (UniCeub), em 2004. Também é mestre em Comunicação/Cinema pela Universidade de Brasília (UNB), em 2008.
 
Começou no rádio, passando pela Nacional FM e AM (DF e RJ), Nacional do Brasil AM (DF), transmitido para países de língua portuguesa na África, Nacional da Amazônia AM (DF) e Rádio MEC (RJ). Desde 2004, faz comentários diariamente para os programas Questão de Direito, pela Radioagência Nacional (DF), e Cidadão do Futuro, da Rádio Câmara (DF). Entre 2001 e 2003, foi editorialista na revista Meta.
 
Além de colaborar regularmente para diversos jornais do Brasil, escreve toda semana para os sites do Jornal do Brasil (RJ), da Carta Maior e do Observatório de Imprensa. Na internet, atua nos veículos Cidadão do Mundo (seu blog, mantido desde fevereiro de 2004), Adital, NDNewsonline, AmericanaDigital, Carta Maior e Observatório da Imprensa.
 
Araújo também é professor na pós-graduação do curso de Direitos Humanos do UniCeub e de cursos de extensão (Ética, Direitos Humanos e Administração Pública) na Universidade do Legislativo Brasileiro ? Unilegis.
 
No Brasil, publicou os livros: Estamos Desaparecendo da Terra: A questão indígena nas Américas (Bahai, 1991), Nova Ordem Mundial, Novos Paradigmas (Planeta Paz, 1994), Shoghi Effendi, um tributo (Bahai, 1994), Introdução ao Pensamento de Bahá?u?lláh (Planeta Paz, 1995), Cuba: Cantando em Lágrima Viva (Thesaurus, 1996), El Olvido esta lleno de memoria: a questão indígena no México (Guadalajara, 1997), O Despertar dos Anjos (Planeta Paz, 1995), Viajar é Preciso – Confidências de um Viajante Sem Fronteiras (Letraviva, 2001) e Macabéa Vai ao Cinema – A Longa Travessia da Linguagem Literária para a Cinematográfica de A Hora da Estrela, de Clarice Lispector/Suzana Amaral (Musa das Letras, 2008).
 
No exterior, publicou mais oito livros: El Despertar de Los Angeles (E.B.I.L.A – Buenos Aires, Argentina, também traduzido para o inglês e o alemão), Shoghi Effendi, Un Tributo (E.B.I.L.A – Buenos Aires, Argentina), Estamos Desapareciendo de la Tierra – Una Visión sobre el destino de los pueblos indígenas (Editorial Bahá?i, Madri, España), Nuevo Orden Mundial, Nuevos Paradigmas (Editorial de Guadalajara, México), El Olvido está lleno de Memoria (Editorial Ciudad de México, México), Cuba, cantando a lagrima viva (Editorial Ciudad de México, México) e Introducción al Pensamiento de Bahá?u?lláh (Editorial Ciudad de México, México).
 
É coautor de: Direitos Humanos – Conquistas e Desafios (Letraviva, 1998), com Adolfo Peres Esquivel, Leonardo Boff e outros; Quem Está Escrevendo o Futuro? (Letraviva, 1999), com Frei Betto e Moacyr Scliar e fotos de Sebastião Salgado e outros; Migrante Cidadão (Loyola, 2001), Liderança em Tempo de Transformação (Letraviva, 2001), com Roberto Crema; Diálogo entre Civilizações (Unesco. 2002), com Lia Diskin e Alex Polari; Refugiados: Realidade de Perspectivas (Ministério da Justiça, 2004), com Hélio Bicudo, Christian Koch e outros, e A Paz como Caminho (QualityMarket, 2006), com Kofi Anan, Adolfo Pérez Esquivel, Fritjof Capra, Erwin Lazslo e Leonardo Boff.
 
Produziu os documentários Que mistérios tem Clarice? (2003, 19min), Brasileiro, profissão servir (2004, 58min) e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (2006, 27min).
 
Venceu o prêmio do Concurso Literário Rui Barbosa, do Programa Educativo de Orientação Nacional do Itamaraty, em 1972. Também foi agraciado o prêmio Mérito Luís da Câmara Cascudo, concedido pela Academia Norte-Rio-Grandense de Letras, em 1993, e o Prêmio de Direitos Humanos Emanuel Bezerra dos Santos, concedido pelo Centro de Direitos Humanos e Memória Popular, em 1994.
 
É membro da Academia de Letras do Distrito Federal, da União Brasileira de Escritores e dos institutos históricos e geográficos de São Paulo, da Bahia e do Rio Grande do Norte.
 
Última atualização: 06/2011

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *