Mílton Jung fala sobre Jornal da CBN, agora com Fernando Gabeira

Por Cristina Carvalho, editora de Jornalistas&Cia no Rio Mílton Jung, âncora do Jornal da CBN, anuncia mudanças no programa, em vigor a partir de 2 de setembro. Elas começam pela chegada de Fernando Gabeira, que vai integrar a equipe de comentaristas com o quadro Que semana é essa?, sobre temas de repercussão no País e no mundo, no ar às 2as.feiras. Ele entra no que foi chamado de “time das oito”: após a edição do Repórter CBN das 8h, em que a cada dia da semana um comentarista ocupa a faixa nobre do rádio. Assim, além de Gabeira, Sérgio Abranches vem às 3as e 5as falando sobre meio ambiente, no quadro Ecopolítica; e Walter Maierovitch traz Justiça e cidadania às 4as.feiras. Com isso, o CBN Dinheiro, boletim de Mauro Halfeld sobre finanças pessoais, começa mais cedo, às 7h55. Gabeira também estreia, em 6/9, um comentário sempre nas 6as.feiras, às 10h45, no CBN Rio, comandado por Octavio Guedes e Lilian Ribeiro. Mílton Jung conversou com J&Cia sobre a reestruturação do programa. Jornalistas&Cia – Como será a “mexida” no Jornal da CBN? Mílton Jung – Criamos uma faixa de comentaristas ao vivo, o que vai dar mais dinamismo a esse horário. O ouvinte, não só da CBN, mas do rádio, geralmente acompanha partes do programa, não o programa inteiro. Vamos oferecer a ele uma variedade de opiniões e de temas. J&Cia – E como vai funcionar? Mílton – Abrimos com o Gabeira – uma contratação nova –, com um olhar sobre o que vai acontecer durante a semana. É o olhar profissional do pauteiro que ele já foi. Qual tema vai predominar esta semana? Essas coisas são bastante volúveis, mas teremos a perspectiva do início da semana por um profissional que tem experiência e uma visão singular. J&Cia – Na sequência… Mílton – Depois vem o meio ambiente, com Sergio Abranches, quadro que antes estava no final do jornal. Nossa dinâmica é falar para todo o Brasil até as 9h, e depois algumas emissoras da rede fazem sua programação local. Com essa mudança, damos maior dimensão ao tema. Walter Maierovitch já esteve em horários diferentes, e entra agora na grade. As 6as.feiras só serão preenchidas em outubro, com um comentarista para temas variados sobre o cotidiano. É uma faixa bem rica, de dinamismo e variedade de opinião. J&Cia – Há quanto tempo você está no Jornal da CBN? Mílton – Apresento o programa há dois anos e meio. Nesse tempo, já incluí outros comentaristas, como o professor Mário Sérgio Cortella, no Academia CBN. Ele fala para os jovens em um horário em que os pais levam os filhos para a escola. Tínhamos um retorno dos ouvintes, porque os filhos preferiam ouvir música em vez de notícias, e encontramos um assunto em comum. Outro que veio nesse período foi o Kennedy Alencar, de A política como ela é. Ele tem uma pegada tanto de repórter como de comentarista, trabalha bem os bastidores da política. E o Márcio Atalla, do Bem-estar & Movimento. Esses dois anos e meio foram sempre um processo de criar novos quadros, agregando pessoas. É preciso renovar a audiência, esse é o segredo da permanência do rádio, e vejo que a CBN tem essa renovação.