Brasil é 9º em ranking sobre impunidade de assassinato de jornalistas

Mapa dos países com maior impunidade de assassinatos de jornalistas. Fonte: CPJ

O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) publicou o Índice Global de Impunidade, que analisa assassinatos de jornalistas ao redor do mundo. Neste ano, o Brasil ocupa a nona posição, com 15 casos não solucionados. A Somália, com 25, encabeça a lista.

É a nona vez consecutiva que o Brasil aparece no ranking. No ano passado, o País teve cinco casos de assassinato de jornalistas com impunidade dos responsáveis, ocupando a décima posição. Este ano, foram dez casos a mais do que no anterior.

Vale destacar também o México, que ocupa a sétima posição com 30 casos não solucionados, e que teve 19 casos a mais do que no ano anterior.

O ranking leva em conta a proporção entre assassinatos não solucionados de jornalistas e a população de cada país entre 1/9/2009 e 31/8/2019.

Veja a pesquisa da CPJ na íntegra (em inglês), com dados dos anos anteriores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *