Mancha na democracia e na liberdade de imprensa

Esse é o sentimento que se acercou da quase unanimidade de jornalistas, de Reinaldo Azevedo a Luís Nassif, de Ricardo Noblat a Kennedy Alencar, de Luís Costa Pinto a Glenn Greenwald, sobre as decisões arbitrárias e, até onde pode se supor, sem fundamento constitucional do juiz Sérgio Moro, de quebrar o sigilo de fonte e autorizar a condução coercitiva do blogueiro Eduardo Guimarães, nessa terça-feira (21/3), além da apreensão de documentos e equipamentos de trabalho, como celular, computador, agenda etc.. O assunto permeou blogs e o noticiário com duras críticas às decisões de Moro, que estão sendo consideradas uma vingança pessoal contra informações que o blogueiro tem vazado ocasionalmente, a exemplo do que dezenas de outros profissionais da grande imprensa fazem diariamente. A esses todos, também a equipe de Jornalistas&Cia se solidariza, somando-se àqueles que exigem respeito à Constituição do País, às liberdades democráticas e, sobretudo, ao livre exercício do jornalismo.