Renata Cafardo

A paulistana Renata Cafardo formou-se em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero, de São Paulo (SP) em 1998.
 
Foi repórter do O Estado de S.Paulo (SP) por dez anos, de março de 2000 a janeiro de 2010. Durante esse período de trabalho cobriu várias seções do jornal. Foi uma das responsáveis pela criação da página fixa sobre Educação do matutino, chegando a ocupar a chefia de reportagem da editoria.
 
Em outubro de 2009, quando ocupava essa função, denunciou, com Sergio Pompeu, um vazamento das provas do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), no primeiro ano em que elas valeriam como um grande vestibular. Pela publicação recebeu ameaças por telefone. O jornal chegou a acionar a Polícia Civil e registrar um boletim de ocorrência.
 
Em fevereiro de 2010, transferiu-se para a TV Globo SP, passando a trabalhar na reportagem da produção do Fantástico. Depois de trabalhar três meses na produção do Bem Estar, voltou em junho de 2012 à equipe da Central Globo de Jornalismo, atuando na escala do SPTV 2ª Edição, Bom Dia Brasil, Hoje e Jornal da Globo.
 
Deixou a emissora em fevereiro de 2015, disposta a escrever um livro sobre o caso do roubo de Enem, a ser publicado pela Editora Record, provavelmente em 2017.
 
Foi finalista do Esso de Jornalismo e vencedora dos prêmios Embratel, Ayrton Senna, Andifes, Estado e do Troféu Mulher Imprensa.
 
Participou ativamente da criação da Associação de Jornalistas de Educação (Jeduca), concretizada em junho de 2016, onde atua como diretora.
 
Filha do jornalista Pedro Cafardo, é casada com Fábio Takahashi, editor adjunto de Treinamento da Folha de S.Paulo, com quem tem dois filhos.
 
 
 
Atualizado em setembro de 2016
 
Fontes:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *