Mayra Jucá

MayraJucá graduou-se Comunicação Social pela Escola de Comunicação da UFRJ, em 1998,com habilitação para Radialismo. Três anos depois, obteve a habilitação emJornalismo nas Faculdades Integradas Hélio Alonso (Facha). Sua monografia deconclusão do curso na UFRJ transformou-se no livro “Maria Muniz, aSherazade do Rádio”, publicado em 2006, e no qual narra a trajetória daradialista nos anos 1950, relacionando sua carreira com a historia do rádio eda televisão no Brasil e as conquistas femininas do século 20.

 

Começoua trabalhar em 1996, no jornal ?Rio Funk?, editado pela Secretaria Municipal deDesenvolvimento Social. Dois anos depois, foi para O Globo Online, como webjornalista para a conversão de conteúdo do jornal impresso para a versãoonline, e na redação e publicação de notícias na seção Plantão. Passou entãopara o site WEBB (www.webb.com.br), nasentrevistas e reportagens da revista eletrônica integrada ao sistema denegócios online B2B Webb. Em 2000, foi editora de conteúdo do website TIX (www.tix.com.br), sobre cultura e entretenimento, na épocaintegrado ao sistema de venda eletrônica de ingressos Ticketronics.

 

Desde2003, está na ONG Viva Rio, como coordenadora de Projetos de Comunicação. Aí,elabora projetos, edita publicações e vídeos, seleciona e coordena a equipe dejornalistas, programadores e web designers. Faz também captação de recursos,monitoramento e avaliação, apresentação de palestras e workshops em eventos noBrasil e exterior. Foi responsável pela concepção e coordenação do portalinternacional Comunidade Segura (www.comunidadesegura.com.br) e ?Revista de Boas Práticas Comunidade Segura?,assim como a reformulação do projeto Viva Favela (www.vivafavela.com.br), o que resultou na criação de uma rede virtual ena abertura do site para conteúdos multimidia e produções colaborativas.  

 

Entre osprêmios recebidos, pelo trabalho no portal Comunidade Segura, estão: Prêmio ARede 2010 (categoria “Terceiro Setor – Serviços ao Usuário”); mençãohonrosa no Stokholm Challenge Award 2008 (Special Mention from the Juri); foifinalista no Prêmio Mídia da Paz 2007 (categoria Comunicação Institucional).Pelo Viva Favela, recebeu o Prêmio/Edital Ponto de Mídia Livre 2009, e foifinalista do Stokholm Challenge Award 2008 (Diploma of excellence in the use ofInformation Technology in the Culture category).

 

Atualizado em novembro/2011 – Portal dos Jornalistas

Informações fornecidas pela jornalista

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *