Mauricio Stycer

Mauricio Stycer nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 27 anos é formado em Comunicação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Começou a carreira no Jornal do Brasil, em 1986, passou pelo Estadão, ficou dez anos na Folha, onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional.

Participou das equipes que criaram o Lance! e a Época, foi redator-chefe da Carta Capital, diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do IG.

Também já deu aulas jornalismo em diferentes instituições de ensino, como Cásper Líbero, PUC-SP e Unip. É professor de jornalismo e doutorando no Programa de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, FFLCH-USP.

Escritor, é autor dos livros História do Lance! – Projeto e prática do jornalismo esportivo, (editora Alameda) que mostra o processo de criação do maior diário de esportes do país. Lançou também O Brasil Em Mil Frases, que reúne uma seleção do melhor publicado na seção Frases da Folha de S.Paulo (Publifolha, 1996) desde sua estreia, e O dia em que me tornei Botafoguense, (Panda Books, 2011), no qual o jornalista conta como virou torcedor do Botafogo.

Mauricio Stycer lançou em agosto de 2015 a segunda edição, revista e atualizada, de História do Lance! – Projeto e prática de jornalismo esportivo (e.galaxia), também em versão digital. A nova edição da obra, que mostra o processo de criação do diário esportivo, ganhou as opiniões de Ugo Giorgetti, Antero Greco, José Geraldo Couto e Matias M. Molina, além de manter os comentários originais de Juca Kfouri, Luiz Henrique de Toledo e Sergio Miceli. Stycer foi o primeiro editor executivo do Lance.

Em maio de 2016 novo título. Mauricio Stycer lançou em São Paulo Adeus, controle remoto, seu primeiro livro sobre televisão. A obra traz um panorama abrangente, apresentando a visão do autor sobre a transformação nas formas de produzir e consumir televisão, e explicando porque a tevê nunca mais será a mesma. Com o selo Arquipélago Editorial ele explica na frase que acompanha o título: – Uma crônica do fim da TV como a conhecemos. Um dos principais críticos de TV reuniu na obra as crônicas e reflexões sobre a produção e consumo da televisão. Tudo que já se viu na telinha está em seus comentários, desde o primeiro beijo gay, jornalismo all day e crise de audiência e nos eteceteras dos temas, também traz revelações de bastidores.

Maurício segue como repórter especial e crítico do UOL publicando na Folha de S.Paulo aos domingos sua coluna semanal e no seu blogosfera.

 

 

Atualizado em maio/2016 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

http://www.portaldosjornalistas.com.br/noticia/na-proxima-segunda-feira-23-maio-jornalista-critico-tv%C2%A0-br

http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/

Jornalistas&Cia – Edição 1012

http://www.livrosdefutebol.com/catalogo_detail.asp?cod_produto=218

http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/sobre-o-autor/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *