Gilmar Fraga

Gilmar de Oliveira Fraga assina suas obras por Gilmar Fraga, nasceu em setembro de 1968 no Sul do Brasil, é formado em Publicidade e Propaganda pela Ulbra, RS. Passou a infância em Viamão, RS.
 
Com a experiência como cartazista de supermercado, Gilmar teve uma passagem rápida por uma agência de publicidade, antes de migrar para as ilustrações nos jornais.
 
Ainda era criança, com quatro anos, quando sofreu um trauma no olho direito, consequência de uma queda, que o deixou com a visão prejudicada. Teve a sorte de ter como recomendações médicas desenhar e ler gibis. Começou a desenhar. Tornou-se um desenhista, ilustrador de um dos principais veículos do Rio Grande do Sul, premiado dentro e fora do País, com trabalhos paralelos em histórias em quadrinhos, além de artista plástico.
 
O início se deu no jornal Quarta-Feira, de Viamão (RS). Foi uma passagem rápida que lhe abriu as portas do jornal RS, do jornalista Sérgio Jockyman. No periódico já entrou para a equipe da publicação como cartunista.
Nesse período acompanhou casos polêmicos como no Governo Collor, os protestos dos ‘Caras Pintadas’, na Praça da Matriz, no início da década de 1990.
 
Trabalhou por curto período numa editora universitária e se apresentou para uma vaga no jornal Zero Hora. O ingresso aconteceu em 1996.
E 2014, após quase 20 anos do início ZH ocupa o posto de diretor adjunto de arte, criando capas para cadernos, projetos gráficos, logomarcas, ilustrações, charges e, claro, caricaturas.
 
Entre os trabalhos desenvolvidos um deles marcou a trajetória: fez uma capa sobre bissexualidade, com plugs e tomadas representando o tema, para um caderno da ZH, que para época derrubou barreiras e chamou a atenção dos leitores.
 
Para Gilmar fazer charges foi um desafio que deu muito certo. Produziu para o blog Fanáticos, que foca em desenhos relacionados com futebol, com o trabalho para o blog foi o vencedor da categoria charge, do 54º Prêmio ARI-Banrisul de Jornalismo – ARI, da Associação Riograndense de Imprensa (ARI), em 2013. Gilmar Fraga venceu com Os farrapos chegaram, na categoria Webjornalismo.
 
Desenhista premiado detém inclusive honrarias de outros países, entre eles França, Argentina e Espanha, totalizando 24 prêmios. Os principais prêmios recebidos por estão na ‘Linha do Tempo’ desse perfil.
 
O talento de Fraga está também na história em quadrinhos e artes plásticas. Suas histórias em quadrinhos já foram publicadas na Espanha e no Japão.
 
Ainda na adolescência participou da mostra de arte promovida pela Companhia Petroquímica do Sul (Copesul) e pelo Museu do Rio Grande do Sul (Margs), em 1989. Recebeu menção honrosa pela obra. Na pintura já fez trabalhos abstratos, mas se dedica mais aos desenhos com foco no desenho de humor.
 
Gilmar explica como gosta de desenhar uma pessoa: “Gosto de trabalhar com o que a pessoa não mostra no físico. Descasco a pessoa, para saber o que ela pode apresentar além daquilo que eu vejo. Quero que as pessoas vejam além daquilo que está à mostra”. Não são raras as vezes o caricaturado telefona pessoalmente para agradecer, o mesmo acontecendo com os admiradores desse tipo de arte.
 
 
Atualizado em outubro/2014 – Portal dos Jornalistas
 
Fontes:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *