Maria Clara Prates

    0
    2807

    Maria Clara PratesSantos nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 10 de outubro de 1961. EstudouComunicação Social com ênfase em Jornalismo na Pontifícia Universidade Católicade Minas Gerais (PUC/MG).

    O primeiro emprego no jornalismo foi como repórterdo caderno de Gerais do extinto Jornal de Minas, onde permaneceu por dois anos.

    Em 1988, se desligou do jornal e passoua trabalhar no Jornal Estado de Minas, também como repórter do caderno deGerais.

    Durante 18 anos produziu matérias sobreassuntos referentes à Região Metropolitana de Belo Horizonte, como infraestrutura urbana, educação, saúde, comportamento, segurança pública, problemasambientais, trânsito, estradas, patrimônio artístico e religioso, dentre outros.

    Em 2005, foi transferida para aeditoria de Política, onde, desde então, assume a função de Repórter Especial.

    Dentre as reportagens especiais que jáproduziu, destaca-se uma série intitulada Infânciaatrás das grades. Publicações que mostraram a realidade das crianças de zero a seis anos que ?cumprem pena? aolado das mães nos presídios brasileiros, muitas vezes em condições subumanas. Foram meses de trabalho e apuração. 

    A jornalista acumula prêmios de destaque no currículo,tais como: Prêmio Esso de 1998, com a série sobre as Irregularidades nos Bingos; Prêmio Onip de Jornalismo (2001), com asérie sobre a Máfia dos Combustíveis;o Prêmio Fiat Allis (2002) na categoria Excelência Jornalística, com a mesma série doscombustíveis; Prêmio Esso regional de 2009, com o trabalho Sangria na Saúde; e também recebeu uma Menção Honrosa do PrêmioEmbratel de Imprensa de 2004, pela série de reportagens que faziam denúncias de obras sacras desaparecidas.

    Maria Clara também é co-autora do livro Crime e Impunidade, uma obra que falasobre a impunidade dos crimes cometidos contra os jornalistas na AméricaLatina.  

     

     

    Atualizado em 23 de fevereiro de 2012 – Portaldos Jornalistas/MG

    Fonte: Informações fornecidas pela própria jornalista. 

    http://sites2.uai.com.br/infanciaatrasdasgrades/