Gume faz ranking dos mais influentes executivos de marketing

Em entrevista ao Portal dos Jornalistas, Regina Augusto fala sobre o M-List, estreia editorial de sua nova empresa

Fernando Chacon é o profissional de marketing mais influente do Brasil. É o que aponta o ranking Os executivos de marketing mais influentes do mercado, que circula com a primeira edição do M-List, publicação anual que marca a estreia da área de conteúdo da Gume, agência de reputação e engajamento aberta em maio de 2015 pela jornalista Regina Augusto, com apoio da Associação Brasileira de Anunciantes (ABA).

Para chegar aos 20 nomes que compõem a lista liderada por Chacon, ela enviou a um grupo de formadores de opinião do segmento de agências e veículos de comunicação um questionário no qual perguntava quais são os executivos de marketing mais influentes e quais as características mais importantes que balizavam essas escolhas. Posteriormente, o resultado da sondagem foi analisado e validado pela equipe editorial.

Além de Chacon, fecham o top five do ranking Daniela Cachich (vice-presidente de marketing da Heineken Brasil), João Batista Ciaco (diretor de publicidade e marketing de relacionamento da FCA), Eduardo Tracanella (superintendente de marketing institucional do Itaú Unibanco) e Agrício Silva Neto (vice-presidente de marketing e programação da Sky). Oito critérios foram levados em conta para se chegar aos escolhidos: capacidade de inovar, capacidade de se adaptar a mudanças, transparência e boa governança com parceiros, valores éticos, qualidade do trabalho colocado na rua, coragem, espírito empreendedor e visão de longo prazo.

O Portal dos Jornalistas entrevistou Regina Augusto, fundadora da Gume e idealizadora do M-List. Ela falou sobre a criação do ranking, a receptividade do mercado à ideia e sua transição da redação do Grupo Meio&Mensagem para abrir seu próprio negócio:

A ideia – “A ideia de criar o M-List foi uma oportunidade que identifiquei meio por acaso ao perceber que não existe uma forma estruturada e organizada de se acessar os profissionais de marketing das principais empresas do Brasil. Comecei a desenhar o projeto e vi que tinha muito potencial. Basicamente, ele é um guia que lista os profissionais-chave das áreas de marketing das maiores empresas do País. A primeira pessoa para quem mostrei a ideia foi a presidente executiva da ABA, Sandra Martinelli, com quem já estava desenvolvendo alguns projetos na área de conteúdo. A ABA adorou a ideia e aceitou ser a chanceladora da publicação desde o primeiro momento. Isso me deu muito estímulo para começar a colocar o projeto em pé. Foi tudo muito rápido. Começamos esse processo em setembro e ele foi finalizado agora no começo de dezembro. Contei com o apoio da jornalista Lena Castellón na coordenação editorial e de uma equipe muito pequena que ajudou na apuração das informações e na reportagem.”

Receptividade do mercado – “Assumi o chapéu de publisher e fui ao mercado vender o M-List. Eu tinha muito claro que se não houvesse receptividade, abortaria a missão e a retomaria no ano que vem. Mas, para minha alegria, o M-List foi superbem recebido pelo mercado, com o apoio de marcas muito importantes, o que viabilizou o seu lançamento. O modelo de negócios do M-List é totalmente baseado em venda de publicidade. A ideia para as edições futuras é que ele se torne uma plataforma maior, com evento de premiação do ranking dos 20 profissionais de marketing mais influentes do mercado e aí as possibilidades de patrocínio serão maiores e mais interessantes.”

Distribuição – “A edição impressa acabou de sair. Estamos fazendo uma distribuição dirigida dela para um mailing de cerca de cinco mil nomes do mercado de comunicação e marketing. Teremos também vendas avulsas por meio do nosso facebook e no começo de 2016 ficará pronta a versão online.

Carreira: da Direção de Redação do Meio&Mensagem para o empreendedorismo – “O passo de sair do M&M e montar a Gume foi muito planejado, algo que pensei durante mais de um ano antes de ele ser concretizado. A maior parte da minha carreira foi na área de gestão editorial. Esse treinamento de olhar me tem ajudado muito agora ao empreender o meu próprio negócio. Estou passando por um processo fascinante de novos aprendizados, novas rotinas, novas responsabilidades. O foco principal da Gume é a consultoria na área de Reputação e Engajamento. Com sete meses de mercado, já estamos participando de processos de seleção de marcas e empresas importantes. Alguns desses processos serão definidos agora na virada do ano e estou confiante que teremos um grande 2016. O próprio momento conturbado do País abre oportunidades para as empresas cuidarem melhor de seus ativos intangíveis. O M-List foi uma oportunidade na área de conteúdo que identifiquei quando a Gume já estava em operação, por toda a experiência que acumulei na área de comunicação e marketing. Ter conseguido colocá-lo de pé em pouco mais de três meses só demonstra que há, sim, oportunidades para projetos que tenham valor.”