André Barcinski

André Barcinski nasceu em Nova York (EUA) em 1968. Formado em Jornalismo no Rio de Janeiro (RJ).
 
Especializado em Cultura, trabalhou nos jornais Notícias Populares, Jornal do Brasil, na revista Trip, entre outros veículos. Manteve, do início de 2010 a novembro de 2013, o blog Uma Confraria de Tolos no site da Folha de S.Paulo, que foi um dos mais acessados e lidos (e, segunda a crítica, cultuados) do portal UOL. Pelos cálculos do autor, foram cerca de mil textos e 120 mil comentários de leitores.
 
Foi diretor e produtor do programa O Estranho Mundo de Zé do Caixão, sobre o cineasta José Mojica Marins, exibido no Canal Brasil (DF), de dezembro de 2011 a outubro de 2013. Comandou, de novembro de 2013 até março de 2016, o blog André Barcinski alocado no portal R7, onde falava de Música, Cinema, Literatura, Política e muito mais. Foi, também, editor do Folhateen, na Folha de S.Paulo.
 
É colunista e crítico do Grupo Folha. Seus textos podem ser lidos no Ilustrada, Revista da Folha, Serafina e Ilustríssima da Folha de S.Paulo, impressa e online.
 
Apresenta, com Paulo César Martin, Alexandre Cassolato e Geraldo Arcanjo, o programa Garagem, na Rádio UOL, criado por ele e André Forastieri em 1992, na rádio Gazeta FM (SP), seguiu para a Brasil 2000 FM (SP), onde ficou até outubro de 2005, contando com Álvaro Pereira Júnior, entre os apresentadores. Foi depois para a TV Uol, entre 2006 e 2007, transmitido ao vivo, com três câmaras. Está na Rádio Uol desde setembro de 2009.
 
Desde junho de 2013 dirige o Nasi Noite Adentro, no Canal Brasil, já na quarta temporada, Apresentado pelo cantor do grupo Ira!, o programa versa sobre os mistérios, segredos e personagens mais excêntricos da noite paulistana. Começou a dirigir outro programa na emissora, o Eletro Gordo, apresentado pelo cantor, ator e entrevistador João Gordo, que estreou em agosto de 2016. Voltou a publicar o Blog do Barcinski, desta vez no canal Entretenimento do portal Uol, em outubro.
 
É autor dos livros: Barulho: Uma Viagem pelo Underground do Rock Americano (Pauliceia, 1992), vencedor do Prêmio Jabuti 1993, na categoria Reportagem; Maldito: A Vida e o Cinema de José Mojica Marins, o Zé do Caixão (Editora 34, 1998), com Ivan Finotti; Sepultura: Toda a História (Editora 34, 1999), escrito com Silvio Gomes; Guia da Culinária Ogra: 195 lugares para comer até cair (Planeta do Brasil, 2012); A Espada e o Destino (WMF/Martins Fontes, 2012); Pavões Misteriosos: 1974-1983, A explosão da Música Pop no Brasil (Três Estrelas, 2014); Zé do Caixão: Maldito, a biografia (Darkside Books, 2015), novamente com Ivan Finotti.
 
Além de dois livros e um programa de televisão, a admiração por José Mojica Martins rendeu um documentário, Maldito: O Estranho Mundo de José Mojica Marins, lançado no ano 2000, que recebeu o Prêmio Especial do Júri do Festival de Cinema de Sundance 2001 (EUA) e de Melhor Filme no Festival de Documentário “É Tudo Verdade”, no mesmo ano.
 
Também é empresário e sócio do clube Clash, em São Paulo.
 
 
Atualizado em outubro de 2016.
 
Fontes:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *