Débora Bergamasco deixa IstoÉ e começa em Época

Débora Bergamasco deixou a direção da IstoÉ em Brasília e começou em 1º de agosto na equipe de Época. No lugar dela, assumiu Ilimar Franco, que deixou O Globo em fevereiro, onde esteve por 17 anos, dez dos quais se dedicando à coluna Panorama Político. Na IstoÉ, conta com o trabalho dos repórteres Ary Filgueiras e Eduardo Militão.

Kátia Morais, editora de Jornalistas&Cia no DF, conversou com Débora:

Jornalistas&Cia – Como foi essa mudança?

Débora Bergamasco – Recebi um convite do diretor da sucursal em Brasília, Luíz Alberto Weber, que foi meu diretor no Estadão, e achei a proposta interessante, nesse momento em que o Grupo Globo passa por um momento de sinergia. Tem também o Diego Escosteguy (editor-chefe, baseado em SP), que é uma referência no jornalismo. Tudo pesou a favor. Estou animada.

J&Cia – Quanto tempo você permaneceu na IstoÉ?

DB – Foram dois anos de um trabalho bem legal na Editora Três. Conquistei mais uma etapa na carreira e tenho muito carinho pela publicação. Fiquei por lá três semanas até que eles definissem um nome para me suceder.

J&Cia – E na Época, como será?

DB – Vou cobrir Política. Não chego para a vaga de ninguém especificamente, pois foram feitas muitas mudanças na redação ultimamente. Estou com muitas expectativas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *