Chega às livrarias Os garotos do Brasil, de Ruy Castro

O colunista e escritor Ruy Castro está lançando Os garotos do Brasil – Um passeio pela alma dos craques (Foz), obra que traz 25 de seus textos publicados nos últimos 20 anos em diversos veículos – quase todos revistas de circulação dirigida – e faz um resgate histórico, revelando os sonhos, traços de caráter e miudezas de alguns de nossos maiores ídolos, como Pelé, Garrincha, Bellini e Zico, entre outros. Segundo ele, é, na realidade, “uma coletânea escrita por um torcedor que viu jogar quase todo mundo, de 1958 até mais ou menos 1990, nos estádios”. Para explicar o nome do livro, Ruy cita Nelson Rodrigues: “Sempre concordei com ele quando dizia que, em futebol, o pior cego é o que só vê a bola”. Nelson, que tinha miopia aguda, mal enxergava a bola em campo; então, como via mal o jogo, tinha de se limitar a radiografar a alma dos jogadores. Ruy também descreve os fundamentos clássicos do que seria, por assim dizer, nossa sociologia do futebol, como a ginga, que vem da capoeira, ou o complexo de vira-lata – expressão criada por Nelson Rodrigues para designar, segundo o próprio, a inferioridade em que o brasileiro se coloca, voluntariamente, em face do resto do mundo. Com 136 páginas, Os garotos do Brasil chega ao mercado com preço sugerido de R$ 36,90. Leia mais + Grupo de jornalistas lança livro investigativo sobre futebol + Milton Blay lança livro sobre seus mais de 30 anos em Paris + Miriam Leitão, para adultos e crianças