Moacir Assunção

Francisco Moacir Assunção Filho nasceu em Araripina/PE em 24 de dezembro de 1964.

Jornalista e pós-graduado em ciências sociais. Especialista em história militar e dos movimentos sociais, colabora em diversas publicações com reportagens nestas áreas. Pesquisador do tema cangaço, e já publicou várias matérias sobre o assunto nas revistas IstoÉ, Já, Problemas Brasileiros e nos jornais O Estado de S.Paulo e Diário Popular (atual Diário de S.Paulo). 
Iniciou a carreira lançando um jornal próprio, o Agrovale, no Vale do Paraíba/SP. Também colaborava com jornais de bairro da Zona Leste de São Paulo. Em Brasília, trabalhou no Jornal de Brasília.
Voltou a São Paulo para trabalhar como repórter no jornal Diário Popular, indo em seguida para O Estado de S.Paulo. 
É professor na Universidade São Judas Tadeu, possui um blog sobre política internacional e escreveu três livros: Os homens que mataram o facínora (2007, Record), Luiz Carlos Prestes, um revolucionário brasileiro (2008, Editora Lazuli) e Ficha Limpa – a lei da cidadania – manual para brasileiros conscientes (2011, Ed. Realejo). O primeiro trata da história de Lampião, o segundo sobre Luiz Carlos Prestes e o terceiro da Lei da Ficha Limpa.

Atualizado em junho/2012 – Portal dos Jornalistas.

Fontes: 

http://www.blogdomoacirassuncao.blogspot.com.br/, acessado em maio/2012. http://www.record.com.br/autor_sobre.asp?id_autor=4873, acessado em maio/2012.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *