Márcia Marques

Márcia Marques nasceu em Santos/SP, em 30 de maio de 1957. É bacharel em Jornalismo pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (USP) – São Paulo / SP, 1979; concluiu mestrado em Comunica&amamp;ccedil;ão (Conceito CAPES 4), pela Universidade de Brasília, UNB, Brasil, 2005 é doutoranda de Ciência da Informação, em pesquisa na Universidade Complutense de Madrid/Espanha.
 
Iniciou na profissão em 1979 como rádio-escuta na Rádio Capital, onde permaneceu até 1980. Entre 1982 a 1983 foi repórter nos Jornais Diário do Paraná, em Curitiba.
 
Foi repórter de Cidades na Televisão Bandeirantes em Curitiba, em 1983. Desde 1983 na Folha de Londrina foi repórter e chefe de reportagem. Permaneceu no jornal até 1985.      
 
Em comunicação corporativa permaneceu de 1984 a 1987 na Assembleia Legislativa do Paraná, como repórter de política. Na sucursal do Jornal do Brasil em Curitiba atuou como repórter de política 1987 a 88.  
  
Retornou à Folha de Londrina em 1987 como correspondente, cargo que também iria assumir em 1988 na Folha de S.Paulo. Para Folha além de cidades escreveu também sobre saúde e bem-estar e ciência, em 1989.
 
É editora-executiva da Revista Campus Comunicação, em Brasília, desde 2007.
 
De 1989 a 1991 foi repórter Política do O Globo, em Brasília. No mesmo jornal até 1995 assumiu como repórter economia.
 
No SEBRAE, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas, Brasília, foi redatora de economia de 1992 a 1997. Foi analista da Guria Informações e Sistemas, em Brasília de 1997 a 2002. Passou a diretora da Agência de Notícias e Informações em 1995, cargo que manteve até 2007. Com consultora editorial atendeu o Programa das Nações Unidas (Pnud), em 1998. Nesse período foi responsável pela produção de uma série de publicações técnicas sobre como montar pequenos negócios, para o setor de Editoração do SEBRAE nacional, e de pequenas publicações para o Ministério da Indústria do Comércio e do Turismo (sobre o Uso do Poder de Compra) e para o GDF (para uma viagem do governador Cristovam Buarque à França). Na Unesco fez coordenação editorial.
 
É professora de Jornalismo na Universidade de Brasília (UnB), desde 1997, onde também é Coordenadora e chefe de departamento  de Comunicação e da Rede de Extensão para a Inclusão Digital, desde 2004. 
 
Entre os prêmios e títulos que recebeu estão: em 1997 recebeu o prêmio Ayrton Senna de Jornalismo, Instituto Ayrton Senna e em 2010, o Troféu Stella Prata, da Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais do DF. 
 
 
Atualizado em junho de 2013 – Portal dos Jornalistas
 
Fontes:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *