Ananda Apple

Ananda Apple nasceu em Porto Alegre/RS, em 1961, e se formou em jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrs), em 1982. Cresceu em uma família muito ligada à natureza. O seu avô Jorge, era um gaúcho ecológico antes disso virar moda. Ele plantou e distribuiu milhares de mudas de árvores e plantas para parentes, vizinhos, amigos e desconhecidos. Fazia isso em saquinhos de leite, potinhos, qualquer lugar. Consertava brinquedos, fazia móveis, reciclava tudo e dava para os pobres. Também fazia sopa para os velhinhos. A tia Céo sempre teve plantas em casa e as cultivava como se fossem suas filhas e a sua mãe Cyl sempre teve violetas no apartamento. Algumas duraram mais de vinte anos.
 
O gosto por escrever despontou logo aos oito anos. Fã incondicional dos Beatles, escrevia romances sobre os Meninos de Liverpool e lia para a sua turma de escola nos dias em que os professores faltavam. Aos 14 anos, escreveu uma biografia não autorizada. Escolheu o jornalismo, porque queria ser artista, amava escrever e tem espírito de justiça. Começou na profissão aos 17 anos, quando ingressou na rádio Gaúcha FM (RS) para apresentar um programa dedicado somente aos seus ídolos.
 
Em 1984 foi para a RBS TV (RS), afiliada da Rede Globo, onde atuava como repórter de Variedades. Ficou cerca de quatro anos na emissora e se transferiu para a TV Globo de São Paulo. Na capital paulista, continuou como repórter de variedades e suas reportagens eram exibidas no programa Bom Dia São Paulo.
 
Em 1998, após uma série de notícias trágicas, teve a idéia de fazer, às sextas-feiras, o Quadro Verde, no mesmo programa matinal. O segmento traz notícias sobre sustentabilidade, meio ambiente e natureza em geral. No começo não tinha tempo para desenvolvê-lo, mas a partir do crescimento do índice de audiência, passou a ter um dia na semana para se dedicar somente ao tema.
 
Atualmente, além do Quadro Verde, que é apresentado no Bom Dia São Paulo e no SPTV, também é repórter de Variedades nos dois telejornais.
 
 
Fontes:
Entrevista para a Revista Verde – http://www.revistaviverde.com.br/edicao/004edicao.pdf
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *