Adriana Cruz

Adriana Cruz nasceu no Rio de Janeiro (RJ).
É colunista do jornal O Dia (RJ), onde escreve sobre fatos policiais e sobre Direitos Humanos, Justiça e Cidadania. Em 2010, a jornalista ganhou o Prêmio AMB de Jornalismo, na categoria Jornal, pela cobertura do caso da procuradora Vera Lúcia Gomes.
Conquistou, na companhia das repórteres Isabel Boechat, Maria Inez Magalhães, Paula Sarapu e outros, o prêmio Excelência Jornalística da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), o mais importante das Américas, na categoria Cobertura Noticiosa, em 2011. A matéria premiada foi sobre a escalada de incêndios criminosos a veículos no Rio de Janeiro. Noticiou que a ordem para os ataques saiu do Presídio Federal de Catanduvas, no Paraná, pelos chefões do tráfico Márcio Nepomuceno dos Santos, o Marcinho VP, e Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco, do Comando Vermelho.
No ano seguinte, com Fernanda Alves, Felipe Freire, Gabriela Moreira, Vânia Cunha e equipe ganharam o prêmio da SIP, na categoria Cobertura Noticiosa, com matéria sobre a pacificação na Rocinha, em São Conrado (RJ). Por mais de um mês repórteres das editorias de Cidade e Polícia acompanharam de perto a retomada de território na Rocinha, as investigações dos agentes das polícias Militar, Civil e Federal e a reação e mudança de cotidiano dos moradores da maior comunidade da Zona Sul do Rio.
É, também, editora do blog Justiça e Cidadania, alocada no site de O Dia no portal iG desde outubro de 2009.
Atualizado em novembro/2012 ? Portal dos Jornalistas
Fontes:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *