Pedro Burgos

Pedro Burgos nasceu em Brasília (DF). É jornalista formado pela Universidade de Brasília (UnB), em 2003. Recebeu uma bolsa de estudos da Fundação Hoffman e tornou-se o primeiro estudante estrangeiro do Mestrado em Jornalismo Social do Centro de Pós-Graduação da Universidade da Cidade de Nova York (EUA), concluído em 2016. 
 
Começou no Jornalismo como repórter na sucursal brasiliense do Jornal do Brasil (RJ) em 2003. Cobre o setor de Tecnologia da Informação desde 2004. Já escreveu para uma variedade de publicações, de jornais diários a sites de Ciência, além de revistas como a Superinteressante, a Mundo Estranho e a Playboy, da Editora Abril, onde ainda atua como freelancer.
 
Foi, de agosto de 2008 a fevereiro de 2013, editor-chefe do Gizmodo Brasil, site de Tecnologia Aplicada a Produtos, ou seja, a Gizmos, mantido pela °F451 Mídia. Criou em fevereiro de 2012 o site Oene, uma janela antirruído na Internet, que foi descontinuado em abril de 2015. Lançou o livro Conecte-se ao Que Importa: Um manual para a vida digital saudável (LeYa, 2014). Foi, também, colunista no Yahoo Brasil, entre agosto de 2014 e março de 2015. Ainda em 2015, começou a colaborar com o site The Marshall Project, compromisso que durou até 2016. Contribuiu na elaboração do especial O Jornalismo no Brasil em 2017, iniciativa do site Farol e da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), disponível gratuitamente.
 
Tornou-se consultor de Mídia. É, desde janeiro de 2017, pesquisador visitante na BricLab, Escola de Relações Públicas Internacionais da Universidade de Columbia, em Nova York. Lançou, em fevereiro, o Burgos Media Watch, observatório de mídia brasileira focado no Facebook, que abriga também o blog Burgos Post.
 
 
Atualizado em fevereiro de 2017
 
Fontes:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *