Abril volta atrás e fecha também o Guia do Estudante

Ainda na esteira dos cortes na Abril, Portal dos Jornalistas apurou que o Guia do Estudante, embora relacionado entre os títulos que continuariam a receber investimentos da empresa, encerrou suas atividades nesta quinta-feira (9/8). Com isso, deixam a redação 15 jornalistas, oito dos quais exerciam atividades de pesquisa.

Lançado em 1984 como uma edição especial do Almanaque Abril, o Guia englobava publicações como apostilas de disciplinas no currículo brasileiro, revistas sobre vestibulares, avaliações sobre cursos superiores oferecidos no Brasil e anualmente premiava universidades públicas e privadas.

Aparentemente, esses cortes têm gerado tantas informações controvertidas no mercado que a Abril veio a público em nota nesta quinta-feira (9/8) para que esclarecer que a mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo CASACOR continua no portfólio da empresa. Até o final do ano, terá 13 edições nacionais: Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Ribeirão Preto, Brasília, Ceará, Rio de Janeiro, Paraíba, Espírito Santo, Pernambuco, Bahia, Santa Catarina, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. E, dando continuidade à expansão internacional da marca, no Peru, no Paraguai e em Miami.

Também nesta quinta-feira, fonte da Abril informou que os cortes na redação de Veja atingiram 12 profissionais, entre site e impresso, e que não haverá mais demissões na revista.

1 comment

Get RSS Feed
  1. Flavia maria Marques

    Ola . Sou orientadora profissional e trabalho ha muitos anos na area . Fiz mestrado e doutorado tbm na area . Gostaria de saber se realmente o Guia do estudante anual realmente fechou .
    Se sim, que noticia triste .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *