Renata Cafardo volta ao Estadão

Renata Cafardo

Renata Cafardo começa no Estadão em 16/10 como repórter especial, em sua segunda passagem por lá. Ela atuou no jornal de 2000 a 2010, tendo sido responsável pela criação da página de Educação, área à qual, segundo o diretor de Jornalismo João Caminoto, se dedicará prioritariamente – é fundadora e diretora da Associação de Jornalistas de Educação (Jeduca).

Também com passagem pela TV Globo, que deixou após a licença-maternidade da filha Estela, que nasceu no final de 2015, ela seguiu em agosto do ano passado para Nova York, onde o marido, Fábio Takahashi, então editor adjunto de Treinamento da Folha de S.Paulo e seu companheiro na fundação da Jeduca, ficou dez meses como pesquisador da Universidade de Columbia em Nova York, por meio da Spencer Fellowship in Education Reporting. De volta ao Brasil, em julho Fábio assumiu o Núcleo de Inteligência da Folha (NIF), que tem participação em pautas que envolvem grandes bases de dados, seja auxiliando outras unidades, seja executando-as do começo ao fim.

Renata aproveitou o tempo em NY para finalizar a redação do livro O roubo do Enem, que será publicado ainda este ano pela editora Record. Ele conta bastidores e novidades sobre a história do roubo da prova, em 2009, noticiada com exclusividade pelo Estadão, em que Renata trabalhava na época. O livro também mostra toda a trajetória do Enem, desde a sua criação, em 1998, passando pela grande mudança em 2009 e as perspectivas atuais da maior prova do País. Segundo Renata, foram dois anos de apuração e uma centena de entrevistas.

Publicidade

1 comment

Get RSS Feed
  1. Jorge dos santos

    Renata é um talento, sabe tudo de educação, conhece com profundidade o tema.
    E o assunto do momento onde se discute sobre ter ou não aula de religião nas escolas, com certeza Renata irá tratar o tema com inteligência e capacidade.
    Parabéns ao Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *