Luís Patriani

Luís Patriani pratica o jornalismo de viagens e meio ambiente no melhor estilo de reportagens presenciais desde 2006. Colaborador de várias revistas do setor é um investigador dedicado, que não mede esforços para vencer os desafios da informação – como voar de balão ou se embrenhar nos lugares mais remotos do país. Já trabalhou ou colaborou nas revistas: Terra, Próxima Viagem, Trip, Veja São Paulo, Lonely Planet, Mitsubishi, Revista da Gol, entre outras.

Para a revista Gol produziu a reportagem especial Sergipe do passado ao futuro&ggt; onde as tradicionais cidades de São Cristóvão e Laranjeiras se unem ao moderno e interativo Museu da Gente Sergipana, em Aracaju, para formar um roteiro cultural que percorre a história

Na revista TRIP registrou sob o título a Caçada olímpica o empenho de índios da Amazônia treinando arco e flecha, para buscar medalhas de ouro nas Olimpíadas brasileiras. A meta ambiciosa do talentoso índio – que no RG é Drean Braga da Silva – é compartilhada com mais sete jovens índios das etnias baré, carapanã e cambeba, que pleiteiam uma das seis vagas reservadas para a seleção brasileira de arquearia que irá participar da Olimpíada do Rio de Janeiro em 2016.

Narrou para a revista The President a saga de dois irmãos escoceses na Amazônia. A matéria sob o título Destinos Insólitos, rica em imagens, apresenta a história dos dois que há mais de 20 anos dedicam a vida para apoiar as comunidades do rio Jauaperi,AM.

Em 2010 Luís Patriani e o fotógrafo Valdemir Cunha lançaram o livro Paraíba do Sul – a história de rio sobrevivente pela Editora Horizonte, publicação que com 82 fotografias e ilustrações retrata a riqueza cultural e econômica que transborda ao longo de toda a extensão do Rio Paraíba do Sul.

O livro é uma grande reportagem realizada por uma dupla de jornalistas, que juntos, percorreram o Rio Paraíba do Sul em toda a sua extensão registrando os diversos ambientes culturais e históricos, a diversidade geográfica e as principais questões ambientais que protagonizam o trajeto do rio.

No livro o peso histórico-econômico do eixo Rio-São Paulo, caminho do ouro de Minas Gerais, da lavoura da cana-de-açúcar e do café, da mineração e da crescente industrialização que permanece até hoje.

Mantém desde março de 2009 o blog lpatriani onde estão algumas das incursões e reportagens mundo afora.

 

Atualizado em novembro/2013 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

http://hostpanel.hostlocation.com.br/Uploads/dgnk.com.br/LuisPatriani.jpg

http://www.agsolve.com.br/noticias/paraiba-do-sul-historia-de-um-rio-sobrevivente

http://revistatrip.uol.com.br/revista/226/reportagens/cacada-olimpica.html

http://revistatrip.uol.com.br/revista/226/reportagens/cacada-olimpica.html

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *