Facebook derruba rede de fake news e perfis ligados ao PSL e à família Bolsonaro

Em contato com jornalistas de diferentes países, o Facebook anunciou nesta quarta-feira (8/7) a derrubada de redes de desinformação operantes em EUA, Ucrânia, El Salvador, Argentina, Brasil, Uruguai, Venezuela, Equador e Chile. No caso do Brasil, foram derrubados páginas e perfis falsos ligados ao PSL e a funcionários dos gabinetes do presidente Jair Bolsonaro, do senador Flávio Bolsonaro, do deputado federal Eduardo Bolsonaro e dos deputados estaduais do Rio de Janeiro Anderson Moraes e Alana Passos.

Ao todo, foram derrubadas 35 contas, 14 páginas, um grupo e 38 contas no Instagram, que continham conteúdos relacionados às eleições, memes políticos, críticas à oposição, empresas de mídia e jornalistas, além de material relacionado ao coronavírus e conteúdo de discurso de ódio.

Nathaniel Gleicher, diretor de Cibersegurança do Facebook, reiterou que não é possível afirmar que os políticos citados estavam envolvidos na operação das redes de desinformação: “Não podemos afirmar a ligação direta das pessoas citadas, mas podemos afirmar que pessoas associadas a eles e a seus escritórios se envolveram em comportamento inautêntico na plataforma”.

Com informações do Estadão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *