Estadão anuncia nova reestruturação. Cortes devem passar de 20

O Estadão confirmou nesta 6ª.feira (5/4) o burburinho que já vinha circulando sobre uma profunda reestruturação editorial em sua operação. O comunicado oficial emitido pelo jornal explica apenas as alterações editoriais de seus cadernos, mas não cita demissões, que pelo se especula, deverá ser maior do que 20 e menor que 50 profissionais da redação. Dentre os nomes já confirmados pelo Portal dos Jornalistas está a editora de Economia do portal Claudia Ribeiro. Também deixam a editoria Marcelo Rehder, Lilian Cunha e Melina Costa, que já estava de saída para morar na Alemanha. Outros nomes já confirmados são os de Gilson Vilhena (Esporte), Isabel Silva (Caderno 2), José Fernando Barella (Vida& – editoria que será extinta), Décio Trujilo, que era remanescente do JT, ficou e agora está de saída, os ilustradores Carlinhos e Batistão, o editor Rinaldo Gama, além de quatro nomes em Cidades/Metrópole, entre eles já confirmado o de Valéria França. A sucursal do Rio também foi atingida pelos cortes. Por lá já foi confirmada a saída do repórter especial Fernando Dantas.