Comunique-se faz pesquisa sobre assessoria de imprensa na visão dos jornalistas

O Comunique-se divulgou nesta terça-feira (17/11) a pesquisa Assessor de Imprensa na Visão do Jornalista, que entrevistou cerca de 300 profissionais de redações sobre as melhores práticas e os maiores incômodos na relação entre eles. O objetivo do estudo é aprimorar o contato entre os ramos.

Os resultados indicam que mais da metade dos jornalistas participantes (cerca de 51%) acreditam que a atuação dos assessores é primordial para seu trabalho; aproximadamente 43% disseram que às vezes ajuda, mas às vezes atrapalha; pouco mais que 4% classificam como indiferente no dia a dia; e menos de 3% consideram que mais atrapalha do que ajuda.

Sobre a relevância do trabalho dos assessores em meio à pandemia, mais de 36% dos entrevistados classificaram como muito importante; pouco menos de 30% como importante; 28% como normal; 6% alegam ser ruim; e 0,3% muito ruim.

No que se refere a melhores práticas no contato entre os dois setores, o envio de releases aparece como uma pauta relevante, principalmente o dia que os assessores enviam o material para os jornalistas: a maioria dos participantes prefere receber os releases na segunda-feira. Além disso, segundo o estudo, o assunto do e-mail é o fator mais relevante para aproveitar ou não o material. (Veja+)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *