Edney Menezes é assassinado com tiros na cabeça em Mato Grosso

Edney Menezes

Edney Menezes, que trabalhava na campanha eleitoral de Maurício Ferreira (PSDB), foi assassinado no último domingo (15/11), com tiros na cabeça, na cidade de Peixoto de Azevedo (MT), a 692 km de Cuiabá. O corpo foi encontrado em seu carro, no centro da cidade. Horas antes de ser morto, ele comemorou em suas redes sociais a reeleição de Maurício Ferreira a prefeito da cidade.

Imagens de segurança mostram dois homens em uma moto se aproximando do carro de Edney pela contramão. O homem na garupa fez os disparos que atingiram a cabeça dele.

Ainda não se sabe a motivação do crime. Em 2019, Edney registrou uma ocorrência por ameaça. Ele dividia casa com algumas pessoas e um dos moradores, usuário de drogas, exigiu que Edney fosse embora pois estava cansado da bagunça.  

Nascido no Pará, ele atuou como repórter na TV Miragem, afiliada da Record TV.

Em nota, a Federação Nacional de Jornalistas (Fenaj) lamentou o assassinato de Edney, exigindo “a célere apuração do caso, com a identificação dos responsáveis. Ressaltamos que o crime tem características de execução e que é preciso priorizar a investigação da sua provável relação com o exercício profissional. (…) É crescente o número de casos de violência contra jornalistas no Brasil, com agressões físicas e verbais, ameaças, tentativas de intimidações, chegando à violência extrema que são os assassinatos. A Federação Nacional dos Jornalistas reafirma que essa violência nunca é contra o profissional individualmente, mas contra a liberdade de imprensa e o direito do cidadão e da cidadã à informação jornalística”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *