Áudio vazado causa demissão se Wianey Carlet

Wianey Carlet

Wianey Carlet não integra mais o time da rádio Gaúcha. Ele deixou o Grupo RBS após 22 anos de casa, onde participava dos programas Supersábado e Sala de Redação, na emissora, e assinava uma coluna diária em Zero Hora. De acordo com a empresa, o motivo do desligamento é porque Wianey “não está mais alinhado ao posicionamento adotado pelos veículos da RBS”.

A partir dessa terça-feira (1º/8) Pedro Ernesto Denardin passou a assinar coluna em ZH, enquanto o Supersábado será apresentado por Andressa Xavier e Fernando Zanuzo. O elenco do Sala de Redação não terá alterações.

No último sábado (29), durante a apresentação do Supersábado, sem perceber que os microfones estavam ligados, Wianey expressou sua opinião sobre a morte do colunista Paulo Sant’Ana, que faleceu em 19 de julho. No áudio vazado, o comunicador disse que não sentiu a morte do ex-colega. “Ele era um baita filho da p***”, disse segundos antes de perceber que havia falado ao vivo. Depois, retratou-se explicando que era uma piada: “Quando me refiro dizendo filho da p*** é porque ele pegava muito no nosso pé”.

Além da RBS, ele tem passagens pelas rádios Sideral, em Getúlio Vargas, Erechim, Difusora (atual Rádio Bandeirantes), Sucesso e Guaíba.

(* Com informações do Coletiva.net)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *