STJ libera Falha de S.Paulo após sete anos de censura

Criado pelos irmãos Lino e Mario Bocchini em 2010 para satirizar a cobertura jornalística da Folha de S.Paulo e tirado da rede menos de um mês depois em função de uma ação judicial movida pelo jornal, o site Falha de S.Paulo pode voltar a funcionar por decisão da Quarta Turma do STJ. A Folha entrou com o processo alegando que o site havia usado indevidamente a marca, teria copiado o projeto gráfico e o logo do impresso e os explorado comercialmente.

A suspensão do site satírico continua sendo considerada um caso clássico de censura na área da comunicação. O jornal ainda pode recorrer da decisão do STJ, mas os irmãos Bocchini já estudam a retomada da publicação.

Lino informou à Revista Fórum que isso não ocorrerá automaticamente: “Estamos vendo com os advogados o que é preciso fazer, quem é preciso avisar etc. Ainda preciso conversar melhor com meu irmão, mas a intenção é recolocar no ar, sim, nem que seja uma memória do caso e um alerta para que não se repitam situações de censura como essa”.

Para ele, a decisão do STJ é boa inclusive para a Folha: “Como foi a primeira vez que um órgão de imprensa censurou um pequeno blog, abria-se uma jurisprudência terrível, que poderia ser usada contra eles mesmos, que tantas vezes se utilizam de paródias em suas colunas, charges etc”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *