Justiça condena Estado por agressão de PM

Momento em que major agarra o jornalista pelo pescoço | Foto: Reprodução/EPTV

A juíza Roberta Melluso condenou o Estado de São Paulo a pagar uma indenização de R$ 5 mil, além dos honorários advocatícios e custas processuais, pela prisão de Galeno Amorim, presidente do Observatório do Livro e da Leitura, em 2016, durante ocupação simbólica da Fazenda Experimental de Ribeirão Preto pelo MST (Movimento do Sem Terra).

No episódio, a televisão flagrou o momento em que o jornalista foi agarrado pelo pescoço com truculência pelo major Paulo Cesar Fabris, algemado mesmo sem esboçar qualquer reação e, em seguida, mantido trancafiado, durante uma hora e meia, numa viatura antes de ser levado à delegacia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *