Marcelo Diego começa na FSB

Marcelo Diego – Divulgação Máquina Cohn & Wolfe

Contratação de CEO de concorrente é inédita no segmento das grandes agências de PR no Brasil

A FSB anunciou nessa terça-feira (23/10) a contratação de Marcelo Diego, CEO da Máquina Cohn & Wolfe, para cuidar de sua carteira de clientes corporativos. A contratação surpreende por tratar-se do CEO de uma agência concorrente, embora possa ser considerada natural em função das mudanças que estão ocorrendo na Máquina Cohn & Wolfe, que se fundiu com a Burson-Marteller, formando a nova Burson Cohn & Wolfe (BCW).

Já se sabia que não haveria espaço para os dois CEOs e com a decisão da empresa de optar por Patrícia Ávila, originária da Burson, para o comando da nova empresa, Marcelo certamente não continuaria na operação. Além disso, o imbróglio recente, que ganhou as páginas dos jornais – em que a ex-controladora da Máquina Maristela Mafei acionou o Grupo WPP (dono da Cohn & Wolfe), que havia adquirido a agência janeiro de 2016 –, já sinalizava profundas mudanças por lá.

Embora afastado das operações desde o início desse processo, Marcelo continuava a responder pelas operações da Máquina no Brasil. Com o convite da FSB, deixa a quinta colocada no Ranking das Agências de Comunicação (Anuário da Comunicação Corporativa 2018) e integra-se à líder do mercado. Ali, será responsável pela carteira Corporativa, uma das três verticais de negócios da área privada da FSB (as outras são Serviços&Finanças e Consumo). Sua contratação faz parte do redesenho de organização da FSB, que completou a separação entre as estruturas que atendem aos setores privado público.

“A decisão de trazer o líder de um concorrente não é trivial no nosso mercado. Ela reitera nosso empenho em oferecer aos clientes o melhor atendimento e confirma o arrojo do nosso plano estratégico de crescimento”, escreveu o sócio-diretor Melchiades Filho no comunicado interno da FSB.

Melchiades assumiu em junho o comando da holding privada, que reúne a FSB (com suas três verticais) e, desde o mês passado, a Loures Comunicação, agência de Alexandre Loures que se associou à operação. Gabriela Wolthers dirige a operação pública. Em comum entre Melchiades, Loures, Diego e Gabriela: todos tiveram passagem pela Folha de S.Paulo.

“Estamos satisfeitos em trazer um profissional íntegro, sério e de competência comprovada no mercado. Na FSB, temos a cultura de sempre buscarmos gente com qualidades que se somam às nossas. Por isso temos hoje o time mais sênior e qualificado”, disse Marcos Trindade, sócio da FSB.

Vale lembrar que a agência já havia contratado recentemente outro executivo da mesma concorrente, o head de digital Cauê Madeira. Ele chegou à FSB no final de setembro, para reforçar o departamento de planejamento e criação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *