Rádio MEC em compasso de espera

Notícia sobre a possível extinção da rádio MEC teve repercussão no Rio. Na verdade, ainda não há definição formal sobre o assunto. A EBC, controladora da rádio, já decidiu, no novo governo, que pretende reduzir a quantidade de estações, em especial as AM.

Como todas as rádios brasileiras, a EBC tem o encargo de substituir o sinal analógico pelo digital. Porém, em todo o Brasil, este processo está lento, e assim também na empresa. Nem todas as emissoras AM têm espectro (sinal) para a migração FM.

O argumento do Governo Federal é que a EBC precisa ser enxugada, por manter cerca de 1.800 funcionários. O que costuma ocorrer, em casos como este, de funcionários concursados, é os servidores serem remanejados e permanecerem em outros órgãos federais.

Fundada em 1923 como Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, a rádio MEC foi a primeira emissora educativa do Brasil. Atualmente, as frequências AM e FM são voltadas para públicos diferentes. A MEC AM tem foco em música erudita, transmite concertos e programas sobre música clássica. Já a MEC FM veicula programas jornalísticos sobre cultura, música popular brasileira, jazz; tem uma programação ainda cultural, só que mais genérica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *