Person deve anunciar venda de The Economist esta semana

O anúncio de venda da revista The Economist deve acontecer ainda nesta semana, segundo o Meio & Mensagem. O Grupo Pearson, detentor de 50% das ações da empresa que edita a revista, já teria fechado negócio com o Exor, fundo de investimentos da família Agnelli, dona da Fiat. O volume de ações negociadas dá direito a nomear seis dos 13 diretores do grupo, que inclui ainda o serviço de informação financeira Economist Intelligence Unit. Para que o acordo seja concretizado, é necessário o aval dos quatro curadores do Economist Group, que têm como dever proteger a independência da revista. A venda das ações já havia sido tentada com a Hearst Corporation, dona da Marie Claire, mas não avançou. Após a venda do Financial Times no mês passado e as negociações de The Economist, a Pearson deve focar seus esforços integralmente nos negócios de educação. Enquanto isso… Em São Paulo, The Economist lança uma campanha de marketing experiencial desenvolvida para promover o engajamento da população da cidade com o conteúdo editorial da revista e alavancar assinaturas: oferece gratuitamente durante esta semana o Kopi Luwak, considerado o café mais caro do mundo (que tem um porém: é produzido a partir de grãos ingeridos, digeridos e excretados pela civeta, um mamífero encontrado na Ásia). A responsável pela ação é a agência Momentum Worldwide. O carrinho de café da The Economist passará pelos seguintes edifícios comerciais da CCP no centro financeiro de São Paulo: Faria Lima Financial Center, JK 1455 e JK Financial Center, até esta 6ª.feira (14/10).