O adeus a José Pinto

José Pinto

José Pinto, repórter fotográfico amazônida que passou pelos principais veículos do País e há 30 anos morava em São Paulo, faleceu na manhã desta quarta-feira de complicações decorrentes do Mal de Alzheimer. Às vésperas de completar 89 anos (em novembro), além de reportagens de peso, ele tinha um imenso acervo de fotos de sua região natal que batalhava para transformar em livro, Amazônia Gente – infelizmente sem sucesso.

Fez parte da fase heroica do jornalismo nos anos 1940 e 50, foi um dos únicos fotógrafos a assinar reportagem com Assis Chateaubriand; o segundo a assinar na primeira página do Estadão nos seus primeiros 90 anos.

Dos jornais O Liberal, A Vanguarda e A Província do Pará, José Pinto passou, em 1952, a assinar coberturas extraordinárias em O Cruzeiro, em São Paulo. Na capital paulista, integrou a equipe da Última Hora, a direção-técnica da TV Paulista, canal 5 (Rede Globo), além de Jornal da Tarde, O Estado de S. Paulo, revistas Veja, Manchete, Afinal e Placar, entre outras.

Jornalistas&Cia o homenageou no início de setembro com uma edição especial em comemoração ao Dia do Repórter Fotográfico.

O velório está marcado para as 7h desta quinta-feira (10/10) no Cemitério de Congonhas (rua Ministro Álvaro de Sousa Lima, 101 – Vila Sofia), onde o corpo será enterrado às 10 horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *