10.9 C
Nova Iorque
quarta-feira, maio 12, 2021

Buy now

A história por trás de Belo Monte

Os bastidores da reportagem multimídia que colocou 19 jornalistas da Folha entre os dez mais premiados do ano Em 15 de dezembro de 2013 ia à rede A batalha de Belo Monte. Com alto investimento e uma volumosa equipe, a reportagem era importante aposta da Folha de S.Paulo para a produção de uma reportagem multiplataforma, envolvendo jornal impresso, site e TV Folha. Durante 15 dias os enviados especiais Dimmi Amora, Lalo de Almeida, Marcelo Leite, Morris Kachani e Rodrigo Machado visitaram as obras da usina às margens do Rio Xingu, no Pará, e conheceram esta que será a terceira maior hidrelétrica do mundo e que desde a sua concepção tem gerado controvérsias. Nesse período, também analisaram o impacto da construção no município vizinho de Altamira e em comunidades ribeirinhas. “Ficou evidente que um só repórter, em poucos dias, não daria conta de abarcar todos os aspectos do empreendimento controverso, que enfrenta resistências desde os anos 1980”, explicou Marcelo na época da apresentação do projeto. “Planejou-se enviar quatro ou cinco jornalistas à área, em agosto (estação seca), por duas semanas. Uma decisão acertada. (…) Em paralelo, aprofundavam-se as pesquisas para produzir os infográficos sobre a intrincada engenharia da usina. (…) Altamira, rio acima, viu sua população aumentar pelo menos 40% em dois anos. ’Caos‘ é a palavra que mais se ouve – no trânsito, na violência, nas obras de saneamento que rasgam as ruas da noite para o dia. Isso para não falar do despreparo do poder público em mitigar os previsíveis impactos sociais do empreendimento. (…) Uma extensa reportagem, acompanhada de gráficos dinâmicos, vídeos e fotos para mostrar todas as facetas da maior obra em curso no País”. Na sede do jornal, outros 14 profissionais trabalharam entre pesquisa, produção e edição do material, que foi dividido em cinco capítulos: Obra, Ambiente, Sociedade, Povos indígenas e História. Integraram o time Rony Maltz (gravou imagens de vídeo no Rio), Eduardo Knapp (fotos e vídeos), Fábio Marra (editor de Arte), Mário Kanno (Coordenação de Arte), Pilker, Rubens Alencar e Lucas Zimmermann (Design e programação), Simon Ducroquet (Infografia, animação e Folhacóptero interativo), Douglas Lambert (Edição de vídeo), Demétrius Daffara (Pós-produção e motion graphics do Folhacóptero), Melina Cardoso (Narração), Marcelo Soares (Cronologia), Giuliana Miranda (repórter de Ciência, colaborou na pesquisa para produção de infográficos) e Michael Kepp (tradução do texto para o inglês). Conversamos com Sérgio Dávila, editor-executivo da Folha de S.Paulo, que falou sobre os investimentos da publicação em reportagens como a de Belo Monte. Portal dos Jornalistas – Como você analisa os resultados de A batalha de Belo Monte um ano após sua veiculação? Valeu a aposta? Sérgio Dávila – O resultado compensou o investimento, principalmente por mostrar ao leitor todas as possibilidades de uma boa narrativa jornalística em plataformas diversas. Investimentos assim devem se tornar a marca do jornalismo profissional, algo que o leitor só encontrará em sites noticiosos. Portal dos Jornalistas – Olhando para esses resultados é de se esperar que trabalhos como esse sejam tendência ou o atual momento do mercado jornalístico não permite isso? Sérgio – Eles já são tendência. Portal dos Jornalistas – O que podemos esperar para os próximos anos? Sérgio – Acho que o futuro reforçará o tripé do jornalismo profissional, que é formado por: 1. Informações exclusivas checadas e comprovadas – no cipoal de desinformações que toma as redes sociais, sites com informações confiáveis ganharão mais importância; 2. Curadoria – a internet é uma cacofonia informativa, onde tudo é manchete; neste ambiente, deve crescer o papel do jornalista na hierarquização editorial, com mandato do leitor; 3. Resumo, interpretação e análise – com mais atores disputando sua atenção, o leitor não tem tempo a perder, por isso tenderá a valorizar quem der a informação de seu interesse de maneira clara e contextualizada.   Veja quem são os cem mais premiados jornalistas de 2014

Related Articles

21,946FãsCurtir
2,759SeguidoresSeguir
17,700InscritosInscrever

Últimas notícias