Cresce a circulação digital dos grandes jornais brasileiros

Segundo dados do Instituto Verificador de Comunicação (IVC), Folha de S.Paulo, O Globo, Estadão e Zero Hora tiveram sua circulação digital ampliada em 2018, na comparação com a média de circulação de 2017. A exceção é o Super Notícia, de Minas Gerais, cuja circulação digital caiu 9,63% na média do ano, em comparação com 2017.

No quesito digital, o Globo é o que apresenta maior taxa de crescimento. Na média anual de 2017, o título tinha uma circulação de 99.689 assinaturas digitais. Em 2018, esse número subiu para 173.527, o que representa um aumento de 74,06%. O Estadão também teve uma alta expressiva em sua circulação digital (aumento de 56,19%), ampliando a média de 85.854 exemplares diários em 2017 para 134.103 exemplares em 2018.

Segundo Bárbara Sacchitiello, repórter do Grupo Meio e Mensagem, o bom desempenho das assinaturas digitais conseguiu refletir de forma positiva na média geral de circulação dos veículos, que considera tanto as assinaturas impressas quanto as digitais: “ Quando se analisa a circulação total, Folha, O Globo e Estadão cresceram na média geral na comparação com 2017. Super Notícia e Zero Hora, caíram. Já em relação apenas às edições impressas, todos os jornais viram sua média de circulação cair em 2018, na comparação com 2017”.

Confira neste link a íntegra da matéria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *