Comunicação do Senado produz livros sobre o impeachment de Dilma

O Senado lançou dois livros sobre os processos que culminaram com o impeachment da ex-presidente Dilma: Impeachment – O julgamento da presidente Dilma Rousseff pelo Senado Federal; e 20 Horas na História — A longa sessão de admissibilidade do impeachment da Presidente Dilma Rousseff. A organização foi da Secretaria de Comunicação da Casa. No primeiro, a edição de luxo, de capa dura, de 664 páginas e tiragem de 1.500 exemplares, traz todos os discursos de senadores da base e da oposição, dos advogados de acusação e defesa, do então presidente do STF Ricardo Lewandoski, e da própria Dilma. Segundo a assessoria do Senado, o livro, que reproduz a transcrição de 109 horas de sessões que vararam madrugadas, custou em torno de R$ 86 mil. A publicação inclui ainda uma galeria de fotografias de todas as etapas do processo de julgamento final no Senado. A apresentação da obra é de Renan Calheiros e dos secretários-gerais Luiz Fernando Bandeira de Mello, do Senado, e Fabiane Pereira de Oliveira Duarte, do STF. Já a outra obra, de 348 páginas e tiragem de mil exemplares, custou cerca de R$ 34 mil. Na semana passada, o presidente Renan Calheiros minimizou os gastos com as publicações, argumentando que o Senado economizou R$1,2 bilhão em quatro anos. Segundo a assessoria de imprensa da instituição, eles foram impressos na gráfica do Senado, e os exemplares serão destinados aos gabinetes parlamentares, bibliotecas e universidades.