ABI envia carta ao governo do RJ em protesto à violência policial contra o Voz das Comunidades

Crédito: Voz das Comunidades

A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) enviou nesta quinta-feira (14/1) uma carta ao governador em exercício do Rio de Janeiro Claudio Castro em protesto à violência policial contra a equipe do Voz das Comunidades durante operação da UPP Fazendinha, no Complexo do Alemão, na quarta-feira (13/1).

Segundo o veículo, a PM quebrou o celular do repórter cinematográfico Renato Moura, que registrava a operação. Ele disse que os policiais o revistaram, quebraram o aparelho e disseram que “o Voz só fala mal da polícia para ganhar fama”. Em entrevista ao UOL, Renato disse que essa não foi a primeira vez que um caso como esse aconteceu

Na carta ao governador, a ABI escreveu que “os policiais militares afrontaram o direito constitucional das liberdades de expressão e de imprensa, bem como cometeram a ilegalidade de quebrar e apreender o celular de uma equipe do Voz das Comunidades, um importante veículo de comunicação de moradores das favelas do Rio. (…) Diante destes fatos, agravados com a divulgação pela Policia Militar de seus atos ilegais, via Twitter, a ABI solicita que V.Exª determine ao secretário da Polícia Militar a punição dos transgressores, a indenização do celular danificado ao Voz das Comunidades”, além da realização de uma campanha interna sobre a importância da liberdade de imprensa e do respeito ao trabalho jornalístico, para qual a ABI se prontifica em participar.  

Workshop Mega Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *