Weintraub espalha fake news sobre Reinaldo Azevedo

O ministro da educação Abraham Weintraub compartilhou uma notícia falsa que dizia que Reinaldo Azevedo havia sido demitido da BandNews. Além disso, ele questionou se o comentarista conseguiria arranjar um novo emprego: “Perguntar não ofende: será que, após os gastos milionários do Estado de São Paulo (Doria/PSDB) com rádios privadas, esta pessoa terá dificuldade em se recolocar? Vejam, paulistas, como o dinheiro de seu IPVA é ’bem‘ aproveitado”, publicou Weintraub.

A notícia falsa foi desmentida por Carla Bigatto, colega de Reinaldo na BandNews, que afirmou nas redes sociais que a informação compartilhada por Weintraub “não é verdadeira”.

Na última sexta-feira (24/1), o programa O É da Coisa, apresentado por Reinaldo Azevedo, não foi ao ar, o que aumentou os rumores de uma possível demissão. O próprio apresentador afirmou, em sua coluna no UOL e no Twitter, que o ocorrido “nada tem a ver com censura”. Ele também disse que sua “liberdade de opinião na BandNews FM é plena” e que ele jamais sofreu “qualquer tipo de assédio nesse sentido. Volto, se Deus quiser, na segunda-feira, superadas algumas dificuldades pessoais”.

Em nota, a BandNews FM informou que o apresentador do O É da Coisa não foi demitido: “Ao contrário do que alguns veículos de comunicação noticiaram no final de semana, Reinaldo Azevedo segue contratado pela emissora”. A nota disse também que o programa não foi ao ar na última sexta-feira (24/1) pois Reinaldo tinha “um compromisso particular” e “apresentou quadro febril e sintomas de gripe”. A emissora informou que apresentador ” voltou ao ar nessa manhã, com sua coluna diária, e volta a comandar o programa nesta segunda-feira às 18h”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *