Versão virtual do Acervo Vladimir Herzog será lançada nesta sexta-feira (26/6)

Vladimir Herzog sentado à máquina de escrever, em 1966 (Crédito: Acervo Vladimir Herzog)

O Instituto Vladimir Herzog (IVH) lança nesta sexta-feira (26/6) a versão virtual do Acervo Vladimir Herzog, que disponibiliza cerca de 1.700 itens digitalizados sobre a trajetória profissional e pessoal do jornalista. O lançamento será feito em uma live, às 19h, nas redes sociais do Instituto, em comemoração ao 83º aniversário de Vladimir Herzog, morto pela ditadura militar em 1975. Participarão do evento Rogério Sottili, diretor executivo do Instituto; Ivo Herzog, presidente do Conselho do IVH e filho de Vladimir Herzog; Luis Ludmer, coordenador técnico do Acervo Vladimir Herzog; e Bianca Santana, jornalista e escritora.

Entre os itens disponíveis no acervo, alguns inéditos, estão mais de mil fotografias, muitas delas feitas pelo próprio Herzog; mais de 200 matérias e periódicos escritos e editados por ele, incluindo uma famosa matéria de capa sobre a crise da cultura brasileira, publicada em 1971 no jornal EX; cerca de 60 cartas escritas ou endereçadas a ele; e uma série inédita em parceria com o Museu da Pessoa, com doze depoimentos de familiares e amigos do jornalista.

Rogério Sottili diz que o objetivo de lançar o acervo neste momento é, “além de reiterarmos nosso compromisso com sua memória e de toda sua luta por democracia, também um gesto simbólico de enfrentamento ao revisionismo histórico e de negação dos horrores promovidos pela ditadura militar no Brasil. Queremos falar do que Vlado produziu em vida, de suas críticas sociais, infelizmente ainda atuais, de sua defesa da educação pública. Essa ação faz parte de um projeto maior do Instituto que é promover a Memória, a Verdade e a Justiça – para que possamos conhecer nosso passado e assim romper com os ciclos de violência que se perpetuaram em nossa história”.

 O Itaú Cultural apoia esse projeto desde o início − a iniciativa surgiu durante a concepção da Ocupação Vladimir Herzog, realizada na instituição em 2019 −, e na organização e digitalização do acervo. A Ocupação foi vista por 98,5 mil visitantes, batendo o recorde de público nas exposições do IC no ano passado. No site do evento também há bastante material sobre ele. 

Acesse o Acervo Vladimir Herzog aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *