Morre Ruy Portilho, alma do Prêmio Esso

Ruy Portilho

Morreu no Rio de Janeiro na madrugada desta quarta-feira (13/6), aos 74 anos, vítima de câncer, Ruy Portilho, que por mais de duas décadas organizou o Prêmio Esso. O velório será nesta quinta-feira (14/6) das 9h às 11h, no Memorial do Carmo, no Caju.

Assim o descreveu o amigo Maurício Menezes: “Ruy era advogado de formação, ocupou cargos de chefia na sucursal Rio do extinto Jornal da Tarde e no Estado de S.Paulo. Teve importante participação quando o Estadão ganhou o Prêmio Esso Regional Sudeste, em 1984, com a cobertura da Bomba do RioCentro”.

Depois da passagem pelo Estadão, foi coordenador de comunicações externas da Esso Brasileira de Petróleo. Em 1992, fundou sua empresa, a RP Consultoria e durante 23 anos organizou o Prêmio Esso, até a última edição, em 2015, já sob a marca ExxonMobil. O conceito do Esso, considerado a mais importante premiação para profissionais da imprensa, não apenas pelo valor monetário, mas pelos critérios de julgamento, foi sedimentado por Ruy ao longo das duas décadas.

A propósito dessa identificação dele com o prêmio, na monografia O Prêmio Esso na constituição da identidade profissional do jornalista Marcio de Souza Castilho escreveu: “Nas palavras do jornalista Ruy Portilho, coordenador do Prêmio Esso, a credibilidade do concurso estava assentada ‘na composição de comissões julgadoras de qualidade, formadas por profissionais respeitados por seus pares, que pudessem valer-se de vasta experiência acumulada em anos de exercício profissional’ (2006:10). ‘Independente’, ‘transparente’ e ‘democrático’ são alguns dos adjetivos usados por ele ao abordar o processo de escolha das matérias vencedoras. Diz Ruy: ‘Nenhuma decisão no Prêmio Esso é tomada sem que correntes opostas de pensamento estejam representadas nas diversas comissões (…). Nunca integrantes de tantas redações de jornais, revistas e emissoras de televisão de tantas regiões do Brasil foram chamados a se manifestarem sobre os trabalhos inscritos. A pluralidade, aliada a um sistema de amplo debate e de decisões por consenso ou maioria dos votos, garante ao Prêmio Esso o predicado de o mais democrático entre os concursos do gênero, o que constitui uma garantia a mais ao participante que, há décadas, confia seus trabalhos aos organizadores, em busca de um veredicto técnico, imparcial e sobretudo justo'”.

Além de prestar outros serviços, a RP Consultoria ficou conhecida pela montagem e coordenação das chamadas ações de reconhecimento, e tinha como clientes os prêmios TOP Etanol, ETCO de Jornalismo e ABCR de Jornalismo.

Eduardo Ribeiro, diretor deste J&Cia, ressalta a deferência com que Ruy sempre tratou a newsletter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *