Lúcio Flávio Pinto, único brasileiro na lista de heróis da RSF

Lúcio Flávio Pinto, editor do Jornal Pessoal (PA), é o único brasileiro da lista de Heróis da liberdade da informação publicada nesta 3ª.feira (29/4) pela organização francesa Repórteres sem fronteiras. A iniciativa é referência ao Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, também criado pela organização e celebrado no próximo dia 3 de maio. Esse dia, segundo o secretário geral da RSF Christophe Deloire, “deve ser a ocasião para reconhecer o valor dos jornalistas e blogueiros que, por sua vocação, põem diariamente em risco sua segurança e, eventualmente, sua vida. (…) Os heróis da informação são uma fonte de inspiração para todas as mulheres e todos os homens que aspiram à liberdade.

Sem sua determinação e a de todos os seus semelhantes, simplesmente não seria possível ampliar a área da liberdade”, completa Deloire no site da RSF. Estão no grupo de heróis homens e mulheres de 65 nacionalidades, com idades que variam de 25 a 75 anos. O mais jovem é Oudom Tat, de Camboja, e o mais velho é o paquistanês Muhammed Ziauddin. Nascido em Santarém (Pará), Lúcio Flávio formou-se em Sociologia pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo, em 1973. Em sua coleção de prêmios estão, entre outros, Internacional Press Freedom Award, Colombe d’Oro per la Pace e Esso.

Desde setembro de 1987 escreve sozinho e sem patrocínio o Jornal Pessoal. Na publicação conta apenas com a ajuda do irmão Luiz Pinto nas ilustrações e edição.