22.5 C
Nova Iorque
quinta-feira, agosto 5, 2021

Buy now

Laerte Rimoli reassume Presidência da EBC e demite cerca de 30 funcionários

Reconduzido à Presidência da EBC em 14/9, Laerte Rimoli demitiu perto de 30 funcionários em Brasília, no Rio e em São Paulo, entre os quais o diretor de programação Albino Castro, a chefe de gabinete Cláudia Feher, a assessora da Presidência Flavia Cruvinel, o gerente executivo internacional da Diretoria de Conteúdo e Programação em Brasília Leopoldo Nunes, o superintendente executivo de Comunicação, Marketing e Negócios Rodrigo Dindo e o editor-chefe e apresentador do Repórter Brasil Guilherme Menezes. A diretoria de Jornalismo da EBC, em Brasília, permanece com Lourival Macedo, no cargo desde a gestão de Ricardo Melo. Ana Maria Simões Passos foi nomeada por Rimoli para assumir a coordenação do Núcleo de Programas Especiais da TV, no lugar de Carina Dourado, que virou correspondente na Bahia. Eles se reportam à diretora-geral Christiane Samarco. E foram contratados José Wilson Ibiapina e Luiz Recena, para a assessoria da Presidência; e Fernando Luz de Azevedo, para a Chefia de Gabinete. Rimoli, que coordenou a campanha de Aécio Neves em 2014 e assessorou Eduardo Cunha na Presidência da Câmara dos Deputados, ocupa o cargo que era de Ricardo Melo, nomeado por Dilma Rousseff e exonerado em maio, quando Michel Temer assumiu a Presidência da República durante o processo de impeachment. Melo chegou a voltar ao comando da EBC por meio de uma liminar do STF, mas deixou o cargo depois da decisão provisória ser revista pelo ministro Dias Toffoli. A decisão foi tomada após a edição de Medida Provisória que modificou a estrutura da empresa, extinguindo o Conselho Curador e dando plenos poderes ao governo para exonerar e nomear o presidente da EBC.  O Conselho Nacional de Direitos Humanos, ligado à Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, aprovou em 19/9 um manifesto em que repudia mudanças na EBC, especialmente a extinção do Conselho Curador, exige “a garantia deste importante espaço de participação da sociedade” e considera fundamental que ele seja garantido e fortalecido: “Como Conselho que somos, sabemos da importância de espaços que garantam diversidade de olhares e participação efetiva da sociedade”. Já o Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional, reunido no mesmo dia em Brasília, formou uma comissão de relatoria para analisar e emitir parecer sobre a MP que altera a estrutura da EBC. O colegiado também emitiu nota oficial em que reitera a importância da empresa no fortalecimento da comunicação pública no Brasil. No próximo sábado (24/9), às 16h, no Rio de Janeiro, Ricardo Melo, a criadora da TV Brasil Tereza Cruvinel e o colunista de tevê Maurício Stycer serão entrevistados por Marina Amaral, diretora da Agência Pública, sobre o modo como veem o futuro da comunicação pública no Brasil. O tema do debate é Comunicação pública em jogo, e nele será discutido o papel da EBC. Esse encontro, que faz parte da série Conversas Públicas, tem entrada franca. Na Casa Pública (rua Dona Mariana, 81), com transmissão ao vivo por streaming no youtube. 

Related Articles

22,043FãsCurtir
2,887SeguidoresSeguir
18,100InscritosInscrever

Últimas notícias