Jornal do Commercio/PE, Globo Rural e Tribuna do Norte/RN vencem Prêmio CNH Industrial

Belo Horizonte recebeu nesta 2ª.feira (1/12) a cerimônia de entrega do 22º Prêmio CNH Industrial de Jornalismo Econômico, realizado pela CNH Industrial, com patrocínio do Banco CNH Industrial. Foram distribuídos 52 mil reais para as melhores reportagens sobre economia brasileira publicadas entre 1º/10/2013 e 30/9/2014, em âmbito nacional, em jornais, revistas e online. Adriana Guarda, Ângela Belfort, Anna Tiago Vasconcellos, Emídia Felipe, Giovanni Sandes, Mona Lisa Dourado, Leonardo Spinelli, Renato Mota, Saulo Moreira (Jornal do Commercio/PE) venceram em Jornal com 20 anos do Real – O plano que nos colocou no mapa. Em Revista, o ganhador foi Rodrigo Vargas (Globo Rural), com Caminhos da safra. Renata Moura e Cledivânia Pereira (Tribuna do Norte/RN) foram destaque em Online, com Eólica – Nova indústria, novas oportunidades: para quem?. Cada trabalho vencedor recebeu R$ 15 mil. Renée Pereira (Estadão) conquistou o prêmio Excelência Jornalística com A nova ocupação da Amazônia e levou R$ 7 mil. Os outros destaques da premiação, que receberam Menção Honrosa, foram Revista Conjuntura Econômica (RJ), com Múltipla Escolha, de Kalinka Iaquinto e Thais Thimoteo;  Revista Exame Ceo (SP), com Um mundo mais ético, de Ernesto Yoshida, Melina Costa, Guilherme Manechini, Lucas Rossi, Renan França, João Werner Grando e Mariana Segala; Portal O Tempo, com Um mineroduto que passou em minha vida, de Ana Paula Pedrosa, Queila Ariadne e Mariela Guimarães. O evento marcou ainda o lançamento oficial do livro O Brasil de ponta-cabeça – De 1970 a 1994, inflação, estagnação e estabilidade, de Ricardo Bueno. É o quinto volume da série sobre os Ciclos Econômicos do Brasil e contempla o milagre econômico, a recessão nos anos 1970/1980 sob décadas de chumbo, a contestação, o rock e a chegada dos anos 1990, com a estabilização da economia com o Plano Real. A publicação é patrocinada pela CNH Industrial com o apoio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura.