J&Cia e Maxpress apresentam Os cem mais admirados jornalistas brasileiros

Ao celebrarem respectivamente 19 e 23 anos de vida, Jornalistas&Cia e Maxpress apresentam o resultado de uma pesquisa inédita, feita com executivos de Comunicação Corporativa de todo o Brasil, que aponta, entre os mais de 55 mil profissionais em atividade, Os cem mais admirados jornalistas brasileiros.

Foram cerca de três meses de preparação, dois turnos de votação, um colégio eleitoral altamente qualificado, com cerca de 2.100 nomes, e quase 700 votos – um desempenho que superou as expectativas, tendo em vista tratar-se de participação voluntária de profissionais com agendas das mais concorridas.

Top 10 – Ricardo Boechat e Miriam Leitão são os mais admirados jornalistas brasileiros. A eles, entre os dez mais, somam-se Elio GaspariCaco BarcellosWilliam WaackWilliam BonnerCarlos Alberto SardenbergMino CartaEliane Brum e José Hamilton Ribeiro, um time plural e da mais alta envergadura profissional.

Ao longo das últimas semanas, nos dois turnos de votação para a indicação de Os cem mais admirados jornalistas brasileiros, Ricardo Boechat e Miriam Leitão revezaram-se na liderança. E assim foi até o encerramento da votação, à meia noite de 15/9, quando os números finais apontaram uma ligeira vantagem para Boechat, que chegou aos 3.640 pontos, contra 3.580 de Miriam. Em comum, ambos têm uma trajetória multimídia de sucesso – na televisão, no rádio e na mídia impressa, Boechat ligado ao Grupo Bandeirantes e à Editora Três e Miriam, ao Grupo Globo.

“Foi tão acirrada a disputa que as equipes de Jornalistas&Cia e Maxpress consideraram ter havido um empate técnico, já que dois votos poderiam mudar essa composição”, diz a coordenadora editorial do projeto Lena Miessva. Boechat e Miriam abriram quase 1.000 pontos para o 3º colocado, Elio Gaspari, que chegou aos 2.770 pontos, votação também expressiva, sobretudo se considerarmos que sua única vitrine são os jornais impressos, Folha de S.Paulo e O Globo, onde publica suas colunas.

Além deles, apenas outros dois profissionais romperam a barreira dos 2.000 pontos, ambos da TV Globo: Caco Barcellos, do Profissão Repórter, que ficou em 4º lugar, com 2.620; e William Waack, do Jornal da Globo, em 5º, com 2.350. O 6º mais admirado jornalista brasileiro é William Bonner, há anos âncora do Jornal Nacional, com 1.870 pontos, vindo a seguir, em 7º, outro profissional do Grupo Globo, Carlos Alberto Sardenberg (CBN, GloboNews e TV Globo), com 1.720. Um dos mais cultuados jornalistas brasileiros, Mino Carta, diretor de Redação de CartaCapital, obteve 1.420 pontos, ficando na 8ª colocação. Com mínima diferença, em 9º lugar, vem Eliane Brum, colunista do El País e que – trocadilho a parte – muitos consideram a melhor repórter do País, com 1.400. Fechando a lista dos Top 10 vem José Hamilton Ribeiro, o mais premiado jornalista brasileiro de todos os tempos (Ranking Jornalistas&Cia dos Mais Premiados Jornalistas Brasileiros – edições 2012 e 2013) e aquele que inspirou a criação deste Jornalistas&Cia, nascido FaxMOAGEM, em setembro de 1995. Consagrado repórter do Globo Rural, onde está há cerca de três décadas, Zé Hamilton obteve 1.380 pontos. Somados, esses dez jornalistas escreveram mais de 60 livros e conquistaram 138 prêmios.