Gianni Carta morre na França

Gianni Carta

O jornalista e cientista político Gianni Carta morreu em Paris, onde vivia, em 5/5, aos 55 anos, vítima de um câncer nas vias biliares. Gianni foi correspondente internacional na Europa e nos Estados Unidos, colaborando para publicações como a revista CartaCapital, onde também exerceu funções de direção, além de veículos estrangeiros como The Guardian, BBC, CBS e Deutsche Welle. Ele era filho de Mino Carta, fundador da CartaCapital.

Formado em Ciências Políticas pela Universidade da Califórnia, em Los Angeles (UCLA), tinha pós-graduação em Relações Internacionais pela Universidade de Boston (BU) e pelo Centre d’Études Diplomatiques et Stratégiques (CEDS), da École des Hautes Études Internationales de Paris. Foi autor de livros como Garibaldi na América do Sul – O mito do gaúchoO tênis no Brasil – De Maria Esther Bueno a Gustavo Kuerten (com Roberto Marcher) e O desafio de Lula (com o pai, Mino Carta). Era casado e morava na cidade francesa de Montreuil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *