Folha seleciona repórteres free-lancers em 15 cidades do País

A Folha de S.Paulo abriu inscrições para formar um cadastro de repórteres free-lancers em 15 cidades de 13 estados, que receberão um treinamento básico sobre os procedimentos da Folha e poderão sugerir pautas, mas só serão acionados quando necessário pela coordenação da Agência Folha. Podem se candidatar profissionais de Barreiras (BA), Boa Vista (RR), Campina Grande (PB), Caruaru e Petrolina (PE), Juiz de Fora e Montes Claros (MG), Macapá (AP), Palmas (TO), Ponta Grossa (PR), Rio Branco (AC), Santarém (PA), São Luís (MA), Teresina (PI) e Vitória (ES). Os candidatos devem morar numa dessas cidades ou em local de acesso rápido a ela, não ter nenhum vínculo com órgãos públicos, e ter experiência em reportagem em jornal (de preferência diário) ou revista informativa, na cobertura de política e de administração pública, boa cultura geral e disponibilidade para viagens. Curso de pós-graduação concluído ou em andamento e conhecimentos do Novo Manual de Redação da Folha são habilitações desejáveis. O processo de seleção inclui testes de conhecimentos gerais e específicos, português e regras de padronização estabelecidas pelo manual, além de entrevista. Interessados devem enviar currículo até 30/4 para treina@uol.com.br, escrevendo no campo Assunto a sigla C-1.217, além de um texto de no máximo 20 linhas explicando por que quer ser repórter colaborador da Agência Folha. O jornal informa que tanto o currículo quanto o texto devem ser inseridos no corpo da mensagem, e não como anexos, e que as inscrições fora desse padrão não serão consideradas.